Cesinha

Lateral do Santa Cruz cita versatilidade defensiva e ofensivamente

Apesar de ser lateral, Cesinha começou a carreira jogando como atacante

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 28/12/2018 às 9:03
Fernando Castro/Jornal do Commercio
Apesar de ser lateral, Cesinha começou a carreira jogando como atacante - FOTO: Fernando Castro/Jornal do Commercio
Leitura:

O Santa Cruz pode ganhar na transição ofensiva com um dos novos contratados para o elenco na disputa das competições de 2019. O lateral-direito César Augusto, além de cumprir a função defensiva, também pode corresponder na equipe comandada por Leston Júnior nas investidas no último terço do campo.

"Eu jogo um pouco mais avançado, gosto de atacar um pouco mais, de ir para cima, tanto que quando eu comecei minha carreira eu fui atacante, então eu tenho um pouco mais de facilidade de chegar a frente", disse Cesar Augusto em entrevista coletiva concedida nesta semana.

Marcação

Mesmo sendo uma das peças que pode contribuir no time nas jogadas ofensivas, o lateral-direito Cesar Augusto ressaltou que também vai trabalhar na marcação. "É claro que no decorrer do tempo a gente tem que aprender a marcar também, senão não joga", disse.

E continuou: "Temos que aprender fazer a linha, guardar bem sua posição ali atrás, ajudar na defesa, porque senão não tem lateral que jogue no futebol brasileiro sem marcação, mas a minha característica mesmo é o ataque, eu consigo chegar com bastante facilidade", encerrou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias