IMPROVISO

Cesinha feliz com o seu desempenho no Santa Cruz

O lateral não atuou na sua posição de origem, mas agradou bastante

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 24/06/2019 às 19:02
JC Imagem
O lateral não atuou na sua posição de origem, mas agradou bastante - FOTO: JC Imagem
Leitura:

Quatro vitórias, um empate e confiança. Muita confiança. A nova “Era Milton Mendes” no Santa Cruz é indiscutivelmente positiva e a vitória no clássico de sábado diante do Náutico, no Arruda, fez com que o moral do grupo aumentasse ainda mais. Tanto coletivamente, quanto indivividualmente. Um bom exemplo é o lateral-direito Cesinha.

Com as ausências de Bruno Ré e Carlos Renato, especialistas na posição, o jogador foi escalado contra o Timbu de forma improvisada na lateral esquerda e terminou agradando bastante. “Fico muito feliz com os elogios, tenho consciência de que eu fiz uma partida boa. Como não estava na minha posição de origem tentei segurar um pouco mais, mas com o desenrolar da partida você vai ganhando mais confiança. Fui me soltando um pouco mais. Fiquei muto feliz com a minha atuação, pois fazia alguns jogos que eu nao jogava. Então fica essa dor de cabeça para o treinador, né? Vai ser opção dele, o que ele achar melhor”, disse.

Cesinha reconhece suas oscilações, mas garante que quer ajudar onde for preciso. “Eu vinha oscilando bastante nos campeonatos, vinha jogando alguns jogos e em outros ficando no banco. Graças a Deus consigo desempenhar várias funções. Eu sei do meu potencial e sei que se fizer meu trabalho bem feito vou ter outras oportunidades. Sei que o Bruno Ré e o Carlos quando voltarem a prioridade é deles, são os donos da posição, mas eu também estou aí pra brigar, tanto na direita ou esquerda, estou pra acrescentar e ajudar o elenco”, afirmou.

TABELA

Com 16 pontos, bem estabelecido no G-4 do grupo A da Série C, na vice-liderança, o tricolor pernambucano vai enfrentar quinta-feira, às 19h, no estádio Amigão, em Campina Grande, o Treze, que é o vice-lanterna.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias