Cobra Coral

Técnico do Santa Cruz: ''Estamos mais fortes do que nunca''

Milton Mendes revelou que o clima foi de abatimento no vestiário do Santa Cruz após empate contra Confiança

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 11/08/2019 às 21:27
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Milton Mendes revelou que o clima foi de abatimento no vestiário do Santa Cruz após empate contra Confiança - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Apesar do empate, o técnico Milton Mendes não jogou a toalha no Santa Cruz. Ele ressaltou que o elenco sentiu o tropeço, mas que vai lutar junto com os atletas até o fim. Restando dois jogos para o fim da primeira fase da Série C, o Tricolor do Arruda não pode tropeçar. Domingo recebe o Globo e depois visita o rival Náutico para o clássico nos Aflitos.

“Estamos mais fortes do que nunca. Precisávamos da vitória, mas o empate ainda nos deixa na briga. Conversei com o presidente (Constantino Júnior) e ele ainda está ambicioso assim como eu. Passei isso para os jogadores, que estavam abatidos no vestiário porque não conseguiram a desejada vitória”, afirmou o comandante coral.

Milton Mendes admitiu que o Santa não começou bem a partida e salientou que depois do segundo quarto do jogo a equipe equilibrou o duelo. “Começamos um pouco apático, mas depois fiz uma mudança e a equipe cresceu. Tivemos o 2x1 nos pés de Augusto, mas infelizmente não conseguimos. No segundo tempo, a equipe se comportou muito bem, no entanto, não conseguiu finalizar”, disse.

Questionado sobre o gol sofrido em um lance de bola parada, o treinador coral evitou entrar em detalhes. “Alguém tinha que acompanhar o jogador que fez o gol. Levamos por conta de um erro coletivo e ponto final. Não vou citar nomes. Agora temos que seguir trabalhando”, comentou.

FORA

Contra o Globo, o Santa Cruz não terá o atacante Dudu, que vai cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O artilheiro Pipico segue no departamento médico.

Últimas notícias