Cobra Coral

Empresário de Geovani aguarda contato do Santa Cruz sobre retorno

A volta de Geovani ao Santa Cruz após passagem no Japão foi feita em acordo verbal

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 31/10/2019 às 22:52
Notícia
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
A volta de Geovani ao Santa Cruz após passagem no Japão foi feita em acordo verbal - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O Santa Cruz realizou um acordo verbal com meia Geovani sobre um possível retorno ao Arruda na próxima temporada após o período na Ásia. Em entrevista ao Jornal do Commercio e Blog do Torcedor, o empresário do atleta, Júlio Fressato, confirmou a informação e frisou que precisa de uma sinalização do clube coral para cumprir o prometido. O jogador deixou a equipe tricolor no começo deste ano por empréstimo sem custos ao Sagamihara, da Terceira Divisão, do Japão. Se ficasse na Ásia ou fosse negociado nesta temporada, o Santa teria direito a 50% de 500 mil dólares. O equivalente a 250 mil dólares (cerca de um milhão de reais).

“Ninguém do Santa Cruz ainda me procurou. Estou até estranhando. Assim fico sem saber o que fazer. Porque o que a gente fez foi um acordo verbal em que acertamos que caso ele não ficasse no Japão ou fosse para outro clube, voltaria com contrato até o fim de 2020”, afirmou o agente, que ressaltou acreditar que o time tricolor ainda não o procurou por conta da busca pelo novo técnico.

Como não existe nenhuma proposta concreta do time do Japão sobre a permanência, o empresário do meia Geovani garantiu que a intenção do jogador e dele é o retorno ao Santa Cruz. “Preciso saber se o clube quer ou não contar com o atleta. Não tem sentido voltar para um time que não quer ficar com ele (Geovani). Eu e o atleta vamos cumprir nossa parte do acordo”, destacou.

“O time do Japão fez apenas um comentário que queria ficar com Geovani, mas não teve nada concreto. Desse jeito, também não tinha como dizer como seria um futuro acordo”, acrescentou Júlio Fressato.

SANTA CRUZ

Na última quarta-feira, à TV JC, o executivo de futebol Nei Pandolfo contou que o Santa Cruz ainda não foi contactado sobre a situação. Ele salientou que, em ambas as situações do acordo, o Tricolor do Arruda será beneficiado com a negociação.

“Se Geovani ficar no Japão, teremos um valor significativo para trabalhar. Ele retornando ao Santa Cruz, teremos mais um jogador de qualidade no elenco. O formato que acontecer irá nos ajudar de qualquer maneira”, afirmou o dirigente.

No Japão, o meia Geovani disputou 15 partidas, sendo oito como titular, e marcou dois gols. A última partida foi no último dia dez na derrota para o Cerezo Osaka.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias