Tricolor

Itamar Schulle diz que chega para passar muito tempo no Santa Cruz

Treinador passou dois anos no Cuiabá

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 03/12/2019 às 15:58
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
FOTO: Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Leitura:

O técnico Itamar Schulle já chegou ao Recife, nesta terça-feira (3), dando algumas declarações de efeito. Durante a apresentação na sala de imprensa do Arruda, o treinador afirmou que não faz o perfil de profissional que se deixa corromper facilmente por qualquer situação que possa o tirar de onde firmou compromisso. O catarinense de 53 anos garantiu que está chegando ao Santa Cruz para cumprir o que foi acordado com a diretoria coral.

"Eu não tenho perfil de ficar um ou dois meses em um clube. Meu pai e minha mãe me ensinaram sobre caráter. Eu disse 'não' várias vezes para cumprir com minha palavra e não sair. Eu não estou no Santa Cruz para passar pouco tempo", afirmou.

Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Colocando sempre o trabalho como prioridade, ele preferiu não fazer promessas de títulos no clube - Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Ele desembarcou no Aeroporto Internacional dos Guararapes às 12h desta terça - Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
“Agradeço o convite, o desafio. Sei da responsabilidade que tenho e para qual fui chamado", disse - Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Ele esteve no Vila Nova na reta final da Série B e não conseguiu salvar o time do rebaixamento - Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
o treinador destacou o respeito do clube para ele, já que disse só ter aberto negociações e fechado - Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Itamar fará o possível para entregar ótimos resultados ao time - Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
Foto: Felipe Jordão/JC Imagem
''Sem dúvida a prioridade do Santa Cruz é sempre vencer'', concluiu - Foto: Felipe Jordão/JC Imagem

ÚLTIMAS CASAS

O último clube de Itamar Schulle antes do Santa Cruz foi o Vila Nova. Em 2019 ainda fechou ciclo no Cuiabá, onde passou dois anos. Ele foi desligado da equipe em outubro deste ano, após uma sequência de quatro derrotas do time na Série B do Campeonato Brasileiro.

Até aquele momento, Sculle era o terceiro técnico mais longevo das duas principais Divisões do Campeonato Brasileiro. Ficava atrás apenas de Renato Gaúcho, do Grêmio e Gerson Gusmão do Operário-PR.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias