Elton

Técnico do Sport exalta atacante Élton: "É um cara de confiança do Brasil"

Centroavante, ex-Náutico, deve reforçar o Sport nesta temporada

Fernando Marinho
Fernando Marinho
Publicado em 03/01/2019 às 18:12
Diego Nigro/JC Imagem
Centroavante, ex-Náutico, deve reforçar o Sport nesta temporada - FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Perto de reforçar o Sport nesta temporada, o atacante Élton, de 33 anos, tem a confiança do treinador Milton Cruz. A dupla trabalhou junta no ano passado, no Figueirense, quando o centroavante marcou dez gols em 17 partidas realizadas. O novo técnico rubro-negro, apresentado oficialmente na tarde desta quinta-feira (3), fez questão de elogiar e destacar as características do atleta.

"Não é um cara de confiança meu, é um cara de confiança do Brasil, hoje no país não tem jogadores com a qualidade do Élton, centroavante canhoto, grande, bom cabeceador, protege bem a bola e faz gol. Acho que hoje no Brasil todo mundo quer um jogador como esse", comentou o técnico Milton Cruz.

Com bastante rodagem no futebol brasileiro, Élton deve disputar posição com Hernane Brocador. A direção do Sport aguarda apenas alguns detalhes burocráticos para oficializar a contratação do experiente centroavante. Além dos bons números Figueirense, Élton também tem uma boa média de gols pelo Náutico (0,81), onde atuou em 2013. Em 22 partidas com a camisa alvirrubra, o atacante marcou 18 vezes.

"A passagem que o Élton teve no Figueirense, a aplicação dele, o profissional que ele é, ajudou o clube a fazer uma campanha melhor. Se não fosse os gols dele, o Figueirense poderia ter uma situação mais complicada. Ele teve uma passagem aqui no Náutico, foi muito bem, então é um jogador que dispensa comentários", destacou Milton.

JUNINHO

O atacante Juninho, de 19 anos, se reapresentou junto ao elenco do Sport, no CT José de Andrade Médicis, e deverá ser outro concorrente de Élton na briga pela titularidade. Colecionando problemas extra-campo, o jovem atacante da base rubro-negra vai receber uma atenção especial do técnico Milton Cruz e da comissão técnica.

"Juninho tem a coisa mais difícil que é o cara jogar bem, agora a cabeça a gente vai trabalhar, vai conversar com ele, no São Paulo também nós tivemos alguns jogadores com problema de indisciplina, mas a gente sabe conversar para poder aproveitar o que ele tem de melhor, que é o potencial dele", afirmou Milton Cruz.

Juninho, inclusive, já teve excelente atuação enfrentando o treinador Milton Cruz, quando marcou dois gols contra o Náutico, na semifinal do Campeonato Pernambucano de 2017. "Eu senti isso na pele quando estava no Náutico, Juninho entrou, fez dois gols e decidiu o jogo. Então eu acho que ele sabe finalizar, é um jogador que tem um potencial muito grande, vamos tentar mostrar o caminho que ele deve seguir", lembrou o técnico.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias