SEGUNDONA

Sport enfrenta o Vitória de olho na vice-liderança da Série B

Time rubro-negro está na 3ª colocação, mas, em caso de triunfo, ultrapassa o Atlético-GO

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 03/10/2019 às 7:13
Notícia
Foto: JC Imagem
Time rubro-negro está na 3ª colocação, mas, em caso de triunfo, ultrapassa o Atlético-GO - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Há nove rodadas consecutivas no G-4 e com sete pontos a mais que o Coritiba (5º, com 37 pontos), o Sport (3º, com 44) quer seguir caminhando a passos largos para se consolidar cada vez mais no grupo de acesso à Série A. E, para isso, vai em busca do terceiro triunfo consecutivo - algo que ainda não aconteceu na competição -, no confronto diante do Vitória (18º, com 25), nesta quinta-feira (3), às 21h30, na Arena Fonte Nova, pela 26ª rodada da Segundona. Somando os três pontos, o Sport ultrapassa o Atlético-GO e assume a vice-liderança da competição.

“Mais importante que a sequência (de vitórias) é o equilíbrio que tivemos, que não não deixou a gente cair ao longo da competição. O primeiro momento foi de adaptação, quando ficamos entre os oito, dez primeiros colocados. Depois foi o de afirmação, que batemos no G-4. Hoje estamos no de consolidação e na busca pelo acesso. Correndo entre os quatro primeiros há nove rodadas seguidas. Quero mais 13 rodadas dentro dos quatro. Porém, o mais importante, será na última rodada”, disse o técnico Guto Ferreira, que não descartou a busca pelo título. “Temos de continuar crescente e consolidando o nosso trabalho, mas o Bragantino, que já enfrentamos, precisa começar a tropeçar. E até agora eles não tropeçaram de forma sequenciada na competição. Se eles derem brecha, vamos buscar esse título”, garantiu.

Contra a equipe baiana, Guto tem a possibilidade de apostar na manutenção da base que venceu o Operário na última rodada, com exceção do zagueiro Eder Ferreira que está suspenso - foi expulso na última rodada. Com isso, a tendência, é que o comandante leonino promova apenas a entrada de Adryelson como novidade na formação titular. Como o prata da casa vai retornar à titularidade, o treinador tratou de dar uma atenção especial no início da semana a uma deficiência que o defensor vinha apresentando na temporada: saída de bola.

“Eu só dei uns pra ele (Adryelson). César e André Luís (auxiliares e ex-zagueiros) sempre pegam ele para trabalhar. Acabou dando essa ênfase (nos trabalhos de precisão no passe) porque houve uma ruptura na condição de jogo dele como titular. Então, enfatizei essa maior dificuldade que ele tem, mas já trabalhamos isso há muito tempo. Adryelson é dedicado, gosta de trabalhar e tem assimilação rápida”.

Com relação ao adversário, mesmo o Vitória estacionado na zona do rebaixamento, Guto prega cautela. “Temos de ter todo respeito. Eles estão com dificuldades com jogadores... Vamos ver quem pode entrar nesse jogo. É recuperar bem nossos atletas, pois agora vai começar os jogos apertados, com pouco tempo de treino. Temos de fazer o melhor, pois simplesmente jogar bem não vai adiantar. É ter foco para encaminhar os três pontos lá”, disse.

Ficha do jogo

VITÓRIA

Martín, Van, Everton Sena, Ramon e Capa; Léo Gomes e Lucas Cândido; Wesley, Gedoz e Chiquinho; Jordy Caicedo.
Técnico: Geninho.
Esquema: 4-2-3-1.

SPORT

Maílson; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias, Charles e Leandrinho; Guilherme, Yan e Hernane Brocador.
Técnico: Guto Ferreira.
Esquema: 4-3-3.

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).
Horário: 21h30.
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG).
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Frederico Soares Vilarinho (ambos de MG).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias