Bahia

Quase 70 blocos animam o Carnaval de Salvador nesta sexta

A chegada de turistas movimenta a economia da cidade e agrada aos vendedores ambulantes

Da ABr
Da ABr
Publicado em 13/02/2015 às 8:35
Foto: Manu Dias/GOVBA
A chegada de turistas movimenta a economia da cidade e agrada aos vendedores ambulantes - FOTO: Foto: Manu Dias/GOVBA
Leitura:

Sessenta e sete blocos vão animar o carnaval de Salvador nesta sexta-feira (13), nos três maiores circuitos da capital baiana: Osmar (Campo Grande), Dodô (Barra/Ondina) e Batatinha (Pelourinho). No circuito Osmar, haverá o “Furdunço”, onde minitrios e bandas acústicas se apresentam sem cordas, ou seja, gratuitamente. Também hoje será inaugurada a Arena do Samba, uma das novidades da festa este ano.

Ontem (12), o prefeito da cidade, Antônio Carlos Magalhães Neto, e o governador do estado, Rui Costa, entregaram as chaves da cidade ao rei Momo, Alan Nery, abrindo oficialmente a folia. De acordo com ACM Neto, o marco este ano é a festa popular, devido à folia nos bairros e ao Furdunço. “Este é o carnaval da participação popular, do folião pipoca, da participação democrática de todo cidadão e eu tenho certeza de que vai ser uma alegria e uma energia que só o povo de Salvador sabe fazer.”

A abertura da festa foi animada pela música de Luiz Caldas, precursor do axé music, que em 2015 completa 30 anos e é o tema do carnaval. A cantora Daniela Mercury também participou da entrega das chaves. Para ela, o axé faz parte da cultura brasileira e foi responsável por promover a capital baiana e incentivar o turismo. “O axé é um gênero que nasceu aqui, está no mundo e deu grandiosidade à música popular brasileira. Também convida o mundo a ir à Bahia.”

A chegada de turistas movimenta a economia da cidade e agrada aos vendedores ambulantes. É o caso de Viulcélio dos Santos. Durante o carnaval, ele vende óculos de sol à beira-mar e chega a faturar, durante os seis dias de folia, R$ 1.200, o que representa um acréscimo de 50% no orçamento mensal. Há 20 anos como ambulante, ele destaca: “Em seis dias, ganho mais do que o meu salário em um mês. Para mim, está ótimo! E eu também me diverto”.

De acordo com a prefeitura, foram cadastrados 8 mil vendedores ambulantes neste carnaval.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias