Jogos Olímpicos

Veja o perfil dos suspeitos de terrorismo no Brasil

Dez homens foram presos na última quinta-feira e outro se entregou nesta sexta

JC Online
JC Online
Publicado em 22/07/2016 às 23:16
Foto: AFP
Dez homens foram presos na última quinta-feira e outro se entregou nesta sexta - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Estão no presídio federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, 11 dos 12 suspeitos de organizar um atentado no Rio de Janeiro durante as Olimpíadas. Dez deles foram presos na última quinta-feira (21) em vários Estados do País e um se entregou nesta sexta (22), no Mato Grosso. Um deles ainda está foragido.

De acordo com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, os homens foram detidos por realizarem "atos preparatórios" visando atos terroristas. Os acusados utilizavam aplicativos de troca de mensagens para se comunicar, como o WhatsApp e o Telegram, e teriam jurado fidelidade ao grupo terrorista Estado Islâmico.

O portal G1 fez uma lista com o perfil de nove dos 11 presos na Operação Hashtag. Veja abaixo as características de cada um deles:

Alisson Luan de Oliveira - Rio de Janeiro

De ascendência síria, ele tentou, sem sucesso, entrar no País. O dono de um supermercado em que ele trabalhou afirmou que o jovem teria trabalhado por cinco meses no estabelecimento para juntar dinheiro para viajar.

Antônio Andrade dos Santos Júnior - Paraíba

Se converteu ao islã durante treinos de boxe e adotou o nome de Ahmed Al-Falluji. Seu treinador afirmou que, depois de um ano de conversão, Ahmed começou a interpretar a religião à sua maneira.

Israel Pedra Mesquita - Rio Grande do Sul

Morava com a esposa, o filho e o pai há menos de um mês no interior do Rio Grande do Sul. Segundo vizinhos, ia diariamente para Pelotas com o pai.

Levi Ribeiro Fernandes de Jesus - Paraná

É natural de Guarulhos (SP) e morava em Colombo (PR). Não tinha passagem pela polícia e trabalhava em uma rede de supermercados. Chegou a ser apontado pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, como líder do grupo que foi desmontado.

Marco Mário Duarte - São Paulo

Morava em Amparo (SP), mas é natural de São Luís (MA). Era garçon em um restaurante e se converteu ao islamismo há 13 anos.

Mohamad Mounir Zakaria - São Paulo

É separado e tem três filhos. Possuía um estabelecimento no Centro de São paulo, mas entregou o ponto quando soube que o aluguel ficaria mais caro e passou a atuar como representante de vendas.

Oziris Moris Lundi dos Santos Azevedo - Amazonas

É casado e tem um filho. Era auxiliar administrativo na Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e fazia faculdade em um instituição particular.

Valdir Pereira da Rocha - Mato Grosso

Suspeito de ligação do Estado Islâmico que estava foragido, se entregou ontem à Polícia Federal na cidade de Vila Bela da Santíssima Trindade, a 562 km de Cuiabá (MT).

Vitor Barbosa Magalhães - São Paulo

Casado, tem dois filhos e é conhecido como Vitor Abdullah. Trabalhava com o pai em uma oficina de Guarulhos (SP). Parentes afirmaram que ele se converteu ao islamismo há seis anos.

*Os perfis dos outros dois presos na Operação Hashtag não foram revelados.

Últimas notícias