CRIME

Assaltantes invadem emissora de rádio durante transmissão ao vivo em Sergipe

Em áudio, é possível ouvir a locutora pedindo ajuda aos ouvintes

JC Online
JC Online
Publicado em 12/09/2016 às 8:52
Foto: Reprodução / Twitter / Tiago Helcias
Em áudio, é possível ouvir a locutora pedindo ajuda aos ouvintes - FOTO: Foto: Reprodução / Twitter / Tiago Helcias
Leitura:

Um grupo de homens armados invadiu a emissora de rádio 103 FM em Aracaju (SE) na noite do sábado (10). Durante o assalto, um programa ao vivo era apresentado e foi possível ouvir a locutora pedindo ajuda aos ouvintes, ainda sem saber se o grupo ainda estava na emissora ou não.

Os homens arrombaram a sala de administração da rádio, levando celulares, notebook, dinheiro e diversos pertences dos funcionários. “Eles levaram tudo”, diz a locutora enquanto chora durante a transmissão ao vivo:

A Polícia Militar de Sergipe divulgou no domingo (11) uma nota comentando o ocorrido e se solidarizando com a emissora. Na nota, a PM também informa que os assaltantes ainda não foram localizados mas que providências serão tomadas. Confira a nota na íntegra:

''SSP se solidariza e informa providências a serem tomadas para identificar e prender autores do roubo

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de Sergipe informa que, diante do fato registrado sobre o roubo ocorrido à Rádio 103 FM, todas as providências cabíveis ao momento foram tomadas: após o acionamento da Polícia, guarnições da, Polícia Militar, por meio do 8º Batalhão e do Grupamento Tático de Motocicleta (Getam), foram acionadas e deram o atendimento necessário à ocorrência.

Informamos, porém, que, apesar das diligências realizadas imediatamente após o fato, os assaltantes não foram encontrados.

Portanto, a SSP continua trabalhando em relação a este caso e não medirá esforços para que os culpados sejam identificados, presos e punidos. Para tanto, a Polícia Civil irá apurar as circunstâncias do crime, por meio do trabalho da Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal), que tem a direção do delegado André Baronto. Já a Polícia Militar adotará as providências de reforço no policiamento ostensivo, para evitar a repetição da prática criminosa.

Informamos ainda que, em ato de solidariedade, os profissionais da 103 FM receberam, na tarde desse domingo, a visita do comandante da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral, o delegado-geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira, o diretor da Copcal, André Baronto, e o secretário de Comunicação do Estado, Sales Neto. Além da cortesia, a visita teve o intuito de que informações fossem colhidas in loco sobre o ocorrido, o que vai facilitar ainda o trabalho da SSP no caso.

Por fim, o secretário João Batista se solidariza com amigos, colegas e parentes das vítimas do assalto e repudia o ataque ao veículo de comunicação, principalmente por entender que o papel da imprensa, aliado ao da SSP, é de suma importância para o combate à criminalidade.

Ascom/SSP''

O jornalista Tiago Helcias postou em sua conta do Twitter um vídeo do circuito interno da emissora, onde é possível ver a atuação dos assaltantes durante a invasão:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias