SEGURANÇA

Chefes de facções do Ceará começam a ser transferidos para presídios federais

O Governo Federal autorizou abertura de 60 vagas em unidades federais

Bianca Sousa
Bianca Sousa
Publicado em 06/01/2019 às 20:49
Foto: O Povo
FOTO: Foto: O Povo
Leitura:

Começaram as transferências de presos chefes de facções no Ceará para presídios federais. O Governo Federal autorizou abertura de 60 vagas em unidades federais. O POVO apurou que um preso já foi transferido. Outros 19 devem ser transferidos até esta segunda-feira, 7. A medida foi autorizada pelo ministro da Justiça, Sergio Moro.

O Brasil tem hoje cinco penitenciárias federais de segurança. A mais recente foi inaugurada em outubro de 2018, em Brasília. Na época da inauguração, o então ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, destacou que o sistema penitenciário federal atende aos padrões internacionais de excelência, seja no respeito à integridade dos presos, seja em relação à necessidade de segregar “aqueles que ameaçam a sociedade”.

“Temos [no sistema federal] zero fuga, zero rebelião, nada de entrada de celulares, mas, sobretudo, temos integral respeito às normas e regras”, comentou. 

Além de Brasília, funcionam no País unidades federais em Catanduvas (SP), Porto Velho, Mossoró (RN) e Campo Grande. 

Nessas unidades, há detectores de metais, sensores de aproximação, coleta de impressões digitais, câmeras que monitoram os ambientes 24 horas por dias. Os presos permanecem 22 horas por dia encarcerados nas unidades.

Força Nacional

Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: O Povo
Policiais baianos chegaram a Fortaleza para reforçar o policiamento - Foto: O Povo
Foto: O Povo
- Foto: O Povo
Foto: O Povo
- Foto: O Povo
Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: Aurélio Alves/ O POVO
- Foto: Aurélio Alves/ O POVO
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Ruas e avenidas de Fortaleza estavam vazias no domingo - Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil
- Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Força Nacional reforçou o policiamento nos ônibus - Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil
- Foto: José Cruz/Agência Brasil
Foto: José Cruz/Agência Brasil
- Foto: José Cruz/Agência Brasil

Agentes da Força Nacional começaram a atuar no Ceará desde sábado (5) após pedido do governador do Estado, Camilo Santana (PT), ao ministro Sérgio Moro, da pasta de Justiça e Segurança Pública. O Ceará registrou nos últimos dias uma onda de ataques a prédios, bancos e ônibus no interior e na capital. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias