RADIALISTA DEMITIDO

Radialista é demitido após fazer comentários sobre Greta Thunberg

“Ela está precisando de sexo”, disse Gustavo Negreiros ao se referir sobre Greta

Thalis Araújo
Thalis Araújo
Publicado em 26/09/2019 às 21:46
Notícia
Foto: Reprodução/Facebook
“Ela está precisando de sexo”, disse Gustavo Negreiros ao se referir sobre Greta - Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

O radialista Gustavo Negreiros foi demitido da rádio que trabalhava, em Natal, no Rio Grande do Norte, após fazer comentários ofensivos sobre a ativista sueca Greta Thunberg, na edição da última terça-feira (24) do programa “96 minutos”. Após o comentário, o radialista ainda se desculpou, gravando um vídeo e dizendo que foi infeliz no comentário. “Ontem, de fato, eu não estava preparado para o comentário”, disse Gustavo. Ele afirma, ainda, na abertura do programa da última quarta-feira (25), que não sabia de algumas informações sobre Greta. “Estou reconhecendo o erro de coração”, concluiu ele, assumindo totalmente o erro.

Confira o vídeo do radialista:

A rádio se pronunciou sobre o assunto

Na última quarta-feira, a rádio 96 FM publicou uma nota de esclarecimento, onde o diretor da empresa fala sobre o caso. “Desculpa, Greta Thunberg”, começa a fala de Ênio Sinedino, que diz, ainda, que a rádio é contra qualquer tipo de discriminação, independente do aspecto. “No tocante ao comentário feito pelo jornalista Gustavo Negreiros, a 96 informa que já tomou as devidas providências e espera que o episódio de ontem sirva como lição e aprendizado”, conclui o diretor.

Confira o vídeo

Leia a nota completa

"Desculpe, Greta Thunberg, jovem ativista-ambientalista sueca, indicada Nobel da Paz, que foi grosseiramente atacada ontem pelo jornalista Gustavo Negreiros no programa 96minutos. Desculpem, senhores ouvintes e telespectadores. Desculpem a todos que se sentiram agredidos com o linguajar usado. A 96FM é radicalmente contra qualquer forma de discriminação - seja ela ideológica, machista, homofóbica ou ambientalista. No tocante ao comentário feito pelo jornalista Gustavo Negreiros, a 96FM informa que já tomou as devidas providências e espera que o episódio de ontem sirva como lição e aprendizado. A história da 96FM é marcada por credibilidade, seriedade, respeito aos ouvintes, ao bom jornalismo e compromisso com a verdade. Em respeito a liberdade de expressão nunca censuramos e/ou interferimos na linha de pensamento dos seus comunicadores ou jornalistas que apresentam nossos programas. Eles (os jornalistas) são livres para exprimir suas opiniões e pontos de vistas. Primando sempre por nunca ultrapassarem os limites éticos,legais e morais em respeito a opinião pública.

Ênio Sinedino" 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias