Esplanada das Mesquitas

Novos confrontos entre palestinos e policiais israelenses na Esplanada das Mesquitas

Polícia tentou provocar o recuo de quase 400 pessoas reunidas no local

Da AFP
Da AFP
Publicado em 13/10/2014 às 7:57
Foto: AFP
Polícia tentou provocar o recuo de quase 400 pessoas reunidas no local - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Novos confrontos entre a polícia israelense e palestinos aconteceram nesta quarta-feira na Cidade Antiga de Jerusalém, perto da entrada da mesquita de Al-Aqsa, que teve o acesso limitado aos muçulmanos com mais de 50 anos pelas autoridades israelenses.

A polícia tentou provocar o recuo de quase 400 pessoas reunidas no local. Quatro palestinos foram detidos e três policiais ficaram feridos, segundo a porta-voz policial Luba Samri.

A polícia israelense anunciou, pela segunda vez em uma semana, que apenas os palestinos com mais de 50 anos seriam autorizados a entrar nesta quarta-feira na Esplanada das Mesquitas, cenário de uma tensão crescente.

Por ocasião da festa judaica de Sucot, a polícia autorizou na segunda-feira a entrada de judeus, incluindo extremistas de direita e colonos israelenses, em um horário determinado e sob rígida vigilância na Esplanada.

Os muçulmanos interpretaram como uma provocação a entrada dos judeus, o que provocou confrontos entre jovens palestinos e a polícia israelense.

"Queremos que o Monte do Templo (como os judeus chamam a Esplanada) permaneça aberto para os muçulmanos, mas também para os judeus, mas se os judeus não podem entrar, então os muçulmanos tampouco", declarou na terça-feira o ministro israelense da Segurança Interna, Yitzhak Aharonovish, ameaçando fechar o local sagrado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias