áfrica

Naufrágio deixa 30 mortos na República Democrática do Congo

O acidente aconteceu na segunda-feira (22), à altura do povoado de Yakusu II, 35 km ao norte de Kisangani

Da AFP
Da AFP
Publicado em 26/12/2014 às 12:47
Leitura:

Trinta pessoas morreram no naufrágio de um barco lotado no rio Congo, nordeste da República Democrática do Congo, causando revolta na população, que ateou fogo a prédios públicos.

O acidente aconteceu na segunda-feira (22), à altura do povoado de Yakusu II, 35 km ao norte de Kisangani, a capital da província oriental.

"Contabilizamos 105 sobreviventes e recuperamos 30 corpos. A busca continua", afirmou Monulphe Boso, porta-voz do governo da província, Jean Bamanisa.

"Quando a embarcação zarpou de Kisangani, havia 39 pessoas, segundo documento de bordo. Mas, burlando a vigilância, pelo caminho subiram mais passageiros", acrescentou.

O barco superlotado, que se chocou contra uma rocha, se dirigia para Isangi, onde a pessoas revoltadas pela morte de familiares atacaram prédios públicos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias