Terrorismo

Número de franceses aspirantes à Jihad em Síria ou Iraque chega a 1.400

Números revelados por Valls representam um novo aumento em relação às estimativas fornecidas há algumas semanas pelo governo francês

Da AFP
Da AFP
Publicado em 12/01/2015 às 10:37
Foto: AFP
Números revelados por Valls representam um novo aumento em relação às estimativas fornecidas há algumas semanas pelo governo francês - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Um total de 1.400 franceses ou estrangeiros residentes na França já partiram ou são candidatos potenciais a viajar para combater ou se formar na jihad na Síria e no Iraque, segundo o governo francês.

"Há 1.400 indivíduos envolvidos nas partidas pela jihad para o terrorismo, na Síria e no Iraque", disse o ministro do Interior, Manuel Valls.

Os números revelados por Valls representam um novo aumento em relação às estimativas fornecidas há algumas semanas pelo governo francês, que mencionava 1.200 jihadistas ou aspirantes e 60 mortos.

"E isso representa um grande aumento: havia trinta quando me tornei ministro do Interior (em meados de 2012), e são 1.400 atualmente", insistiu Valls.

A quantidade de franceses ou de pessoas residentes na França envolvidos em círculos jihadistas duplicou desde o ano passado, segundo as autoridades, que garantem ter desmantelado recentemente 13 canais de envio de candidatos à jihad no Iraque ou na Síria.

Junto com a Bélgica, a França está na primeira fila entre os países ocidentais em matéria de quantidade de voluntários que já se somaram às fileiras do Estado Islâmico.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias