Atentado

Estado Islâmico ordena ataques no ocidente após 'Charlie Hebdo'

O pedido foi feito por meio de um áudio divulgado na internet

Folhapress
Folhapress
Publicado em 26/01/2015 às 15:24
AL-FURQAN MEDIA / AFP
O pedido foi feito por meio de um áudio divulgado na internet - FOTO: AL-FURQAN MEDIA / AFP
Leitura:

SÃO PAULO, SP - A facção radical Estado Islâmico (EI) pediu, nesta segunda-feira (26), que seus seguidores realizem novos ataques contra países do ocidente. O pedido foi feito por meio de um áudio divulgado na internet, no qual o porta-voz do EI promete "terror" aos cristãos e elogia ações feitas por jihadistas, como os atentados terroristas realizados na França no início de janeiro.

"Convocamos os muçulmanos na Europa e no Ocidente infiel a atacar 'os cruzados' onde quer que estejam", disse o porta-voz do grupo, Mohamed al Adnani, no comunicado. "Nós prometemos aos cristãos que eles continuarão vivendo em estado de alerta, de terror, de medo e de insegurança. (...) Vocês ainda não viram nada", completou.

Na semana passada, a rede terrorista Al-Qaeda havia feito o mesmo, pedindo a jihadistas no ocidentais que realizem ataques contra o Ocidente. O chefe da Al-Qaeda na Península Arábica (Aqap), Nasr bin Ali al-Ansi, disse, em vídeo, que o objetivo é atingir países que são hostis aos muçulmanos.

No início de janeiro, 17 pessoas morrerem em Paris por conta de uma série de atentados iniciada com o ataque feito por Said e Chérif Kouachi à redação do jornal satírico "Charlie Hebdo", posteriormente reivindicado pela AQAP.

Em outros ataques relacionados à ação dos irmãos Kouachi, Amedy Coulibaly, um suposto simpatizante do EI, matou uma policial e, durante um sequestro em um supermercado judaico, matou quatro reféns.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias