Justiça

Ativista próxima ao blogueiro Raef Badaui é solta na Arábia Saudita

Suad al Shamari esteve 90 dias na prisão para mulheres na cidade de Yeda

Da AFP
Da AFP
Publicado em 01/02/2015 às 13:42
Leitura:

Uma ativista saudita, co-fundadora de um grupo de discussões na internet com o célebre blogueiro Raef Badaui, foi liberada após passar três meses na prisão, anunciou neste domingo sua filha. 

Suad al Shamari esteve 90 dias na prisão para mulheres na cidade de Yeda, contou sua filha, Sarah al Rimaly, à AFP. "Graças a Deus, agora eça está livre", disse. 

Segundo diversos ativistas, as autoridades sauditas detiveram Shamari no final de outubro por comentários que consideravam injuriosos com o Islã.

Rimaly explicou que sua mãe foi libertada três dias atrás, depois de assinar um documento no qual se comprometia em "reduzir suas atividades".

Shamari fundou um grupo na internet, o Liberal Saudi Network, com o blogueiro Raef Badaui. Ele foi condenado em novembro a dez anos de prisão e 1.000 chibatadas, gerando uma onda de indignação no mundo todo. 

O novo rei saudita, Salman, anunciou na quinta-feira uma anistia parcial para alguns prisioneros, mas, segundo Rimaly, não afeta nem sua mãe nem Badaui.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias