Decisão

Justiça egípcia anunciará veredicto de Mursi por fuga em 16 de maio

O ex-presidente islâmico, deposto em 2013 por Abdel Fattah al-Sissi, que o sucedeu, é alvo de diversas ações judiciais

Da AFP
Da AFP
Publicado em 25/02/2015 às 16:06
Foto: HO / EGYPTIAN PRESIDENCY / AFP
O ex-presidente islâmico, deposto em 2013 por Abdel Fattah al-Sissi, que o sucedeu, é alvo de diversas ações judiciais - FOTO: Foto: HO / EGYPTIAN PRESIDENCY / AFP
Leitura:

Um tribunal egípcio anunciará em 16 de maio o seu veredicto do julgamento por fuga do ex-presidente Mohamed Mursi, que incorre na pena de morte, indicou uma autoridade nesta quarta-feira.

O ex-presidente islâmico, deposto em 2013 por Abdel Fattah al-Sissi, que o sucedeu, é alvo de diversas ações judiciais, bem como os principais líderes da Irmandade Muçulmana.

Nesse caso, Mursi e outros 130 réus, incluindo membros do Hamas palestino e do Hezbollah libanês, são acusados ??de terem escapado da prisão junto com milhares de outros prisioneiros e de matar policiais nos primeiros dias do levante de 2011 contra o ditador Hosni Mubarak.

Apenas 22 dos acusados ??estão detidos, os outros foram julgados à revelia.

Entre os réus estão vários outros líderes da Irmandade Muçulmana, que também fugiram da prisão de Wadi Natrun, e o pregador Yussef al-Qaradawi, considerado a eminência parda da Irmandade Muçulmana.

O veredicto é esperado para 16 de maio, segundo uma fonte da justiça, que não quis se identificar.

No mesmo dia, outro tribunal deverá proferir sua decisão em um caso de espionagem contra Mursi e outros 35 réus.

Um primeiro veredicto é esperado em 21 de abril, em um outro caso envolvendo Mursi e outros 14 réus, acusados ??de incitar o assassinato de manifestantes em confrontos sangrentos em dezembro de 2013.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias