Aeronave

Solar Impulse 2 aterrissou em Omã, primeira etapa de sua volta ao mundo

A aeronave está coberta com mais 17.000 células solares que cobrem asas de 72 metros e alimentam seus quatro motores elétricos de hélice

Da AFP
Da AFP
Publicado em 09/03/2015 às 15:35
Foto: MARWAN NAAMANI / AFP
A aeronave está coberta com mais 17.000 células solares que cobrem asas de 72 metros e alimentam seus quatro motores elétricos de hélice - FOTO: Foto: MARWAN NAAMANI / AFP
Leitura:

O avião Solar Impulse 2, que funciona exclusivamente com energia solar, aterrissou nesta segunda-feira à noite em Omã, ao final de sua primeira etapa de volta ao mundo, indicou um fotógrafo da AFP no local.

A aeronave revolucionária, que não utiliza nenhum combustível, decolou às 7h12 locais (0h12 de Brasília), antes do nascer do sol, no pequeno aeroporto de Al Bateen, na capital dos Emirados Árabes Unidos.

Levou 13 horas e dois minutos para completar o trajeto até Mascate, a capital de Omã.

Nesta primeira etapa, o suíço André Borschberg pilotou o aparelho. Seu compatriota Bertrand Piccard pilotará na próxima etapa, entre Mascate e Ahmedabad, na Índia.

A volta ao mundo em 12 etapas é o resultado de 13 anos de pesquisas de Borschberg e Piccard, que além da façanha científica querem transmitir uma mensagem política.

A aeronave está coberta com mais 17.000 células solares que cobrem asas de 72 metros e alimentam seus quatro motores elétricos de hélice.

Mas o SI2, concebido em fibra de carbono, não pesa mais de 2,5 toneladas, tanto quanto um jipe com tração nas quatro rodas, menos de 1% do peso do Airbus A380.

No total, o avião percorrerá 35.000 km a uma velocidade relativamente modesta (entre 50 e 100 km/h) e sobrevoará dois oceanos, Pacífico e Atlântico.

A viagem, a 8.500 metros de altitude no máximo, vai durar cinco meses, sendo 25 dias de voo efetivo

"Queremos compartilhar nossa visão de um futuro limpo", declarou Piccard, para quem esta missão deve contribuir para a luta contra o aquecimento global.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias