Conflito

Violentos bombardeios contra posições rebeldes no sul do Iêmen

Coalizão árabe iniciou os ataques poucas horas depois da chegada de milicianos xiitas huthis e aliados, alguns militares leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh

Da AFP
Da AFP
Publicado em 10/04/2015 às 9:18
Foto: AFP
Coalizão árabe iniciou os ataques poucas horas depois da chegada de milicianos xiitas huthis e aliados, alguns militares leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

A coalizão árabe liderada por Riad executou, entre quinta-feira e a madrugada de sexta-feira, os bombardeios "mais violentos" contra os rebeldes xiitas no sul do Iêmen, onde iniciou uma ofensiva em 26 de março, segundo testemunhas e autoridades locais. 

"Em Áden, os ataques começaram às 22H00 (16H00 de Brasília) de quinta-feira e foram os mais violentos desde o início da operação 'Tempestade Decisiva'", afirmou à AFP um habitante da segunda maior cidade do país. 

Os bombardeios prosseguiram durante boa parte da noite, segundo outros moradores, principalmente contra a sede da prefeitura de Dar Saad, na entrada norte de Áden. A coalizão árabe iniciou os ataques contra o edifício poucas horas depois da chegada de milicianos xiitas huthis e seus aliados, alguns militares leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh, segundo os moradores da região.

Muitas áreas do centro da cidade de Áden e postos de controle rebeldes também foram alvos dos bombardeios. As autoridades não divulgaram um balanço de vítimas. Em Ateq, capital da província de Shabwa, sob controle dos rebeldes desde quinta-feira, os bombardeios também foram de uma violência extrema, segundo uma fonte local. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias