ATAQUE

Estado Islâmico mata 56 soldados e captura base aérea na Síria

Segundo o Observatório Sírio, os ataques intensos confrontos continuam perto da base aérea

Do Estadão Conteúdo
Do Estadão Conteúdo
Publicado em 10/09/2015 às 12:17
Foto: BULENT KILIC / AFP
Segundo o Observatório Sírio, os ataques intensos confrontos continuam perto da base aérea - FOTO: Foto: BULENT KILIC / AFP
Leitura:

Militantes do grupo extremista Estado Islâmico mataram 56 soldados nesta quinta-feira (10) em um ataque à base aérea da Síria, que foi capturada em seguida, de acordo com a agência de notícias Aamaq, pró Estado Islâmico, o Observatório Sírio para Direitos Humanos, com base na Grã-Bretanha.

A base aérea, que fica perto da base militar da província de Deir el-Zour, foi capturada durante a madrugada, após atentados suicidas que tiveram como alvo os soldados que faziam a guarda do local.

Segundo o Observatório Sírio, os ataques intensos confrontos continuam perto da base aérea. O Estado Islâmico vem tentando assumir a base aérea desde o ano passado. A captura elimina a última grande presença do governo na província de Deir el-Zour.

O impulso de hoje veio um dia depois de o governo da Síria perder a última base do exército remanescente na província de Idlib. Essa base foi capturada pela al-Qaeda e por outros insurgentes.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias