Prisão

EUA aprovam transferência de 17 presos de Guantánamo

Transferências devem acontecer em meados de janeiro, passados os 30 dias da notificação enviada ao Congresso

Giovanna Torreão
Giovanna Torreão
Publicado em 17/12/2015 às 22:59
Foto: AFP
Transferências devem acontecer em meados de janeiro, passados os 30 dias da notificação enviada ao Congresso - Foto: AFP
Leitura:

O secretário americano da Defesa, Ashton Carter, aprovou a transferência para países estrangeiros de 17 presos de Guantánamo - disse uma fonte de alto escalão do governo nesta quinta-feira (17). "Encontramos um lugar para receber os 17", declarou a fonte, confirmando informações noticiadas no jornal "The New York Times". Vários países aceitaram receber os detentos, acrescentou, sem dar detalhes. As transferências devem acontecer em meados de janeiro, passados os 30 dias da notificação enviada ao Congresso. Depois de realizada a transferência, restarão 90 presos no campo situado na ilha cubana.

Os 17 fazem parte do grupo de 48 detentos, cuja transferência recebeu sinal verde pelas autoridades militares. Isso significa que eles são passíveis de serem libertados, teoricamente, desde que encontrem um país disposto a acolhê-los. Boa parte eles é iemenita, e não pode ser enviada para seu país de origem, em plena guerra civil.

Para a responsável por segurança e direitos humanos na Anistia Internacional EUA, Naureen Shah, "a transferência de 17 detentos será um passo para trás, levando-se em conta o ritmo bastante lento das transferências no passado".

"Isso também daria um sinal de que o presidente Obama é sério em sua vontade de fechar Guantánamo durante seu mandato, o que é crucial, porque a próxima administração pode querer manter a instalação aberta indefinidamente", comentou.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias