OPERAÇÃO MILITAR

Putin: ação militar na Síria continuará até que processo político seja iniciado

Segundo o presidente da Rússia, o povo sírio é quem deve determinar quem governa o país

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 17/12/2015 às 9:02
Foto: AFP
Segundo o presidente da Rússia, o povo sírio é quem deve determinar quem governa o país - Foto: AFP
Leitura:

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quinta-feira (17) durante seu discurso anual que a operação militar russa na Síria irá continuar até que um processo político seja iniciado.

Em seu discurso feito para milhares de autoridades e televisionado para a população, Putin disse que uma vez que os sírios decidirem que é momento de parar os ataques e iniciar as negociações políticas, "nós não seremos mais para a Síria do que eles mesmos e Moscou então irá encerrar sua ação militar", afirmou. Segundo ele, o povo sírio é quem deve determinar quem governa o país.

O presidente da Rússia, que se reuniu com o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, no início desta semana, disse que Moscou apoia o projeto dos EUA de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre a Síria. Ele disse que uma nova Constituição para a Síria deve ser redigida e uma nova eleição preparada na qual os próprios sírios determinem a liderança que querem para o país.

Putin acrescentou ainda que não tinha certeza se a Rússia precisa de uma base militar permanente na Síria. Segundo ele, as novas armas russas, como o sistema de míssil Cruise, são suficientes para Moscou atacar o inimigo e pode não haver necessidade para uma base militar permanente na Síria.

Ele acrescentou também que a Rússia acredita que uma solução política é a única maneira de acabar com a crise síria. Fonte: Associated Press.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias