VIAGEM AO ESPAÇO

Homem que seria primeira negro africano no espaço morre em acidente de moto

O africano Mandla Maseko ganhou a viagem após participar de uma competição em 2013, na qual derrotou 1 milhão de candidatos de 75 países

Julia Aguilera
Julia Aguilera
Publicado em 07/07/2019 às 19:09
Notícia
Foto: ALEXANDER JOE / AFP
O africano Mandla Maseko ganhou a viagem após participar de uma competição em 2013, na qual derrotou 1 milhão de candidatos de 75 países - FOTO: Foto: ALEXANDER JOE / AFP
Leitura:

O sul-africano que se tornaria o primeiro negro africano no espaço morreu em um acidente de moto, anunciou sua família neste domingo (7).

Mandla Maseko, que trabalhava meio período como disc-jockey, morreu aos 30 anos no sábado à noite, segundo uma declaração da família citada pela imprensa local.

Competição

Apelidado de "o afronauta", ganhou em 2013 o direito de efetuar um voo de 103 quilômetros no espaço, à bordo da nave espacial americano Lynx Mark, ao se tornar um ganhador do AXE Apollo Space Academy.

Ele derrotou 1 milhão de candidatos de 75 países e foi selecionado junto com outras 22 pessoas para fazer uma viagem de uma hora ao espaço. Apesar de ter feito um árduo estágio de uma semana na Kennedy Space Academy, na Flórida, Maseko deveria ter ido ao espaço em 2015, mas a viagem nunca se concretizou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias