Segundo Turno

Em vídeo, Chico Buarque declara apoio a Dilma

Não foi esclarecido se Chico gravará outro depoimento, mais extenso

Carolina Sá Leitão
Carolina Sá Leitão
Publicado em 14/10/2014 às 20:56
Foto: ABr
Não foi esclarecido se Chico gravará outro depoimento, mais extenso - FOTO: Foto: ABr
Leitura:

O cantor, compositor e escritor Chico Buarque, de 70 anos, confirmou nesta terça-feira (14) que vai gravar um depoimento em que declara voto na presidente Dilma Rousseff (PT). Por volta das 18h30, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva usou seu perfil no Facebook para divulgar um vídeo de seis segundos em que Chico afirma: "Eu vou votar na Dilma, dia 26 estamos lá. Até dia 26, Dilma". Não foi esclarecido se Chico gravará outro depoimento, mais extenso.

Chico é eleitor histórico do PT e, em eleições anteriores, declarou voto a Lula e à própria Dilma. O músico Gilberto Gil, que apoiou Marina Silva (PSB) no primeiro turno, também já gravou vídeo em que declara voto em Dilma no segundo turno. Entre os músicos que apoiam o adversário de Dilma, Aécio Neves (PSDB), estão Fagner, Zezé di Camargo e Lobão.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias