Decisão

Eunício diz que escolha de Dilma foi 'adequada'

Para o senador, tanto o indicado para o Ministério da Fazenda, Joaquim Levy, quanto para o do Planejamento, Nelson Barbosa, são pessoas que têm ''experiência e credibilidade''

Carolina Sá Leitão
Carolina Sá Leitão
Publicado em 27/11/2014 às 20:48
Foto: ABr
Para o senador, tanto o indicado para o Ministério da Fazenda, Joaquim Levy, quanto para o do Planejamento, Nelson Barbosa, são pessoas que têm ''experiência e credibilidade'' - FOTO: Foto: ABr
Leitura:

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE), considerou a escolha da nova equipe econômica "adequada", mas alertou para dificuldades no cenário econômico do ano que vem. "O momento fiscal não é dos mais alvissareiros", afirmou nesta quinta-feira (27).

Para o senador, tanto o indicado para o Ministério da Fazenda, Joaquim Levy, quanto para o do Planejamento, Nelson Barbosa, são pessoas que têm "experiência e credibilidade". "A presidente fez a escolha adequada e espero que isso gere confiança no chamado mercado brasileiro", disse.

Em seu primeiro discurso após o anúncio oficial do seu nome como ministro da Fazenda nesta quinta, Levy afirmou que a melhora nas contas públicas será prioridade. Ele anunciou também que a meta de superávit primário de 2015 será de 1,2% do PIB e não será menor de 2% em 2016 e 2017.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias