Tragédia

PSB não comenta relatório da FAB sobre acidente aéreo com Eduardo Campos

Executivas nacional e estadual não divulgaram qualquer tipo de nota sobre o assunto

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 19/01/2016 às 17:55
JC Imagem
Executivas nacional e estadual não divulgaram qualquer tipo de nota sobre o assunto - FOTO: JC Imagem
Leitura:

As Executivas nacional e estadual do PSB não vão comentar o relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira (FAB) sobre o acidente com o avião que transportava o ex-governador Eduardo Campos. A aeronave caiu em Santos, em agosto de 2014, e nesta terça-feira (19) a FAB apontou que fatores como cansaço do piloto e copiloto, condições meteorológicas adversas no momento do pouso e não cumprimento de normas de pouso e de aproximação com a pista podem ter contribuído para o acidente.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, está viajando. Sua assessoria informou que não havia previsão de qualquer tipo de publicação relativa ao documento apresentado pelo Cenipa. Consultado sobre o assunto, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, declarou que caberia à Executiva nacional se posicionar sobre o assunto.



Até o momento, apenas o advogado Antônio Campos, irmão de Eduardo comentou o relatório do Cenipa. A viúva do ex-governador, Renata Campos, foi a Brasília acompanhar a divulgação do documento, mas ainda não se manifestou. Pessoas ligadas a Renata afirmaram que ela divulgará uma nota sobre as investigações.

Também é esperada uma declaração do governador Paulo Câmara (PSB), afilhado político de Eduardo e atual vice-presidente nacional do PSB. Ele está em Brasília para uma agenda administrativa no Ministério de Ciência e Tecnologia.

Antes da apresentação do relatório, que durou cerca de duas horas, oficiais do Cenipa encontraram-se, sem a presença da imprensa, com familiares de Eduardo Campos e dos demais passageiros e tripulantes da aeronave.

Últimas notícias