atraso

PEC 241 congela Brasil por 20 anos, diz Requião

O peemedebista também afirmou que a PEC 241 é um retrocesso e prejudica o ''povo pobre'' do País

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 12/10/2016 às 14:05
Foto: Abr
O peemedebista também afirmou que a PEC 241 é um retrocesso e prejudica o ''povo pobre'' do País - FOTO: Foto: Abr
Leitura:

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) criticou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita o crescimento de gastos públicos. Em sua conta no Twitter, o político disse que a medida "congela o desenvolvimento do Brasil por 20 anos e põe nossas riquezas naturais e trabalho aviltado à disposição do capital vadio".



O peemedebista também afirmou que a PEC 241 é um retrocesso e prejudica o "povo pobre" do País. Para Requião, a PEC 241 é um produto de "idealismo" de direita. "Falsa visão da realidade. Economistas de apostila que não são brasileiros", ressaltou.

Primeira fase

Nesta semana, o primeiro turno da PEC do Teto foi aprovado com 58 votos a mais que o mínimo necessário: 366 a favor, 111 contra e houve ainda duas abstenções. Ainda haverá uma nova rodada de votação na Câmara e outras duas votações no Senado, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e no plenário.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias