MINAS GERAIS

Irmã de Aécio Neves deixa presídio e vai para prisão domiciliar

A Primeira Turma do STF determinou a mudança do regime prisional de Andrea Neves e do primo do senador afastado, presos desde o mês passado

JC Online
JC Online
Publicado em 22/06/2017 às 7:01
Foto: Divulgação
A Primeira Turma do STF determinou a mudança do regime prisional de Andrea Neves e do primo do senador afastado, presos desde o mês passado - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

A irmã do senador afastado Aécio Neves, Andrea Neves, deixou o Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, na madrugada desta quinta-feira (22), e seguiu para prisão domiciliar. A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) havia determinado a mudança do regime prisional na terça-feira (20). Ela estava presa desde o mês passado.

A decisão foi a mesma para Frederico Pacheco, primo de Aécio e foi tomada após o colegiado também determinar a libertação de Mendherson Souza Lima, ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), acusado de intermediar o recebimento de propina enviada pelo empresário Joesley Batista, da JBS. Mantendo o mesmo entendimento do julgamento anterior, a maioria dos ministros entendeu que a prisão dos acusados pode ser substituída por medidas cautelares, como entrega de passaporte e recolhimento domiciliar.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias