Celebração

Lula aparece para início da missa em homenagem à Marisa Letícia

Ex-presidente está acompanhado de aliados como Dilma Rousseff, Guilherme Boulos e Manuela D'Ávila e foi recebido aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro" pelos manifestantes

Maria Luisa Ferro
Maria Luisa Ferro
Publicado em 07/04/2018 às 10:26
Reprodução/TV
Ex-presidente está acompanhado de aliados como Dilma Rousseff, Guilherme Boulos e Manuela D'Ávila e foi recebido aos gritos de "Lula, guerreiro do povo brasileiro" pelos manifestantes - FOTO: Reprodução/TV
Leitura:

Por volta das 10h40 deste sábado (17), o ex-presidente Lula apareceu na estrutura montada para a missa em homenagem à Marisa Letícia, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP). Acompanhado de aliados como Guilherme Boulos, Manuela D'Ávlia, Gleisi Hoffmann, Paulo Pimenta, a ex-presidente Dilma Rousseff e o senador Lindbergh Farias e aos gritos de "Lula guerreiro do povo brasileiro", ele acenou para os manifestantes, e pediu que cessassem os gritos para que o padre pudesse dar início à celebração religiosa. 

É a primeira vez que ele apareceu desde que foi para o local na quinta-feira (5), após o juiz Sergio Moro decretar sua prisão. Lula segue em cima de um carro de som, enquanto o público presente o aplaude. Juntamente com Lula e Dilma também está Celso Amorim, ex-ministro das Relações Exteriores.

Prisão pode acontecer neste sábado

O ex-presidente pode se entregar à Polícia Federal neste sábado (7), após a missa em homenagem à ex-primeira dama, Marisa Letícia, segundo fontes próximas a ele. O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde Lula passou a segunda noite desde que o juiz federal Sergio Morou determinou a prisão do petista, amanheceu neste sábado sem viaturas da Polícia Federal e com a presença de apoiadores do ex-presidente, que fizeram vigília durante a noite. Algumas pessoas dormiam na calçada ou em barracas na frente do edifício.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias