Nova oposição

PSB, PDT e PCdoB formam bloco de oposição na Câmara sem o PT

Formação do bloco isola o PT, maior bancada da Câmara e partido que historicamente liderou o campo político da esquerda no País

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 20/12/2018 às 17:02
Foto: Lúcia Bernardo Filho/Câmara dos Deputados
Formação do bloco isola o PT, maior bancada da Câmara e partido que historicamente liderou o campo político da esquerda no País - FOTO: Foto: Lúcia Bernardo Filho/Câmara dos Deputados
Leitura:

O Partido Socialista Brasileiro (PSB), o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) anunciaram nessa quinta-feira (20) que irão formar um bloco político de oposição ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na Câmara dos Deputados. Com essa articulação, o grupo isola o Partido dos Trabalhadores (PT), maior bancada na Casa Baixa e partido que historicamente liderou o campo político da esquerda no País. O novo bloco terá um total de 70 deputados federais na legislatura que se inicia em 2019.

A decisão foi tomada através dos líderes das bancadas federais: Os deputados Tadeu Alencar (PSB, André Figueiredo (PDT) e Orlando Silva (PCdoB). 

Oposição 

Segundo a nota, o bloco partidário vai fortalecer as posições políticas desses partidos que possuem identificação histórica "mais aqueles que eventualmente ao bloco queira se reunir", diz nota, em um aceno a outros partidos fora do grupo, incluindo o próprio PT. "Reafirmam, assim, que farão oposição ao governo eleito, em conformidade com o resultado e o desejo expresso pelas urnas, na defesa de Democracia, dos direitos sociais, dos valores éticos e republicanos, e defenderão ideias e propostas a favor dos interesses do País", finaliza nota. 

No primeiro turno da eleição presidencial, o PDT teve Ciro Gomes como candidato. No segundo turno, o partido anunciou “apoio crítico” à candidatura de Fernando Haddad (PT) na corrida presidencial. Já o PCdoB teve Manuela D’Ávila como vice na chapa de Haddad. O PSB apoiou o PT no segundo turno das eleições.

Leia a íntegra da nota

"O Partido Socialista Brasileiro, o Partido Democrático Trabalhista e o Partido Comunista do Brasil, através dos líderes de suas bancadas na Câmara dos Deputados, anunciam que, na próxima legislatura, comporão um bloco partidário que fortaleça as posições políticas e a ação parlamentar desses partidos que têm identidade histórica e mais aqueles que eventualmente ao bloco queira se reunir. Reafirmam, assim, que farão oposição ao governo eleito, em conformidade com o resultado e o desejo expresso pelas urnas, na defesa de Democracia, dos direitos sociais, dos valores éticos e republicanos, e defenderão ideias e propostas a favor dos interesses do País". 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias