CRÍTICAS AO GOVERNO

FHC critica política externa de Bolsonaro

O ex-presidente criticou também a ideia de transferência da embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém

Rute Arruda
Rute Arruda
Publicado em 02/04/2019 às 21:00
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
O ex-presidente criticou também a ideia de transferência da embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém - Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Leitura:

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) criticou nesta terça-feira (2) a ideia de transferência da embaixada do Brasil em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém e afirmou que prefere uma "solução intermediária" para o assunto. Ele criticou ainda a política externa do governo Jair Bolsonaro.

"Eu fico com o general vice-presidente (Hamilton Mourão). Eu apoio uma solução intermediária. Porque a primeira não dá certo", afirmou FHC, durante palestra sobre a economia latino-americana na fundação que leva seu nome.

Para o ex-presidente, o Brasil não tem "meios" para resolver a questão do Oriente Médio. "Quando não se tem meios, não tem de se submeter a balão", disse. "Para quê acender uma lamparina num lugar que está sendo iluminado com guerras muito profundas?".

Ao defender o multilateralismo e a tradição de busca por soluções pacíficas, FHC também ressaltou que o "problema da Venezuela não pode ser facilmente resolvido de fora".

O ex-presidente criticou ainda o que chamou de alinhamento incondicional do Brasil aos Estados Unidos no campo externo. "Acabamos de fazer uma opção incondicional que não nos pediam. Opção incondicional aos Estados Unidos. Que é isso, meu Deus?! Um país não faz opção incondicional a outro", disse.

Ao comentar sobre a guerra comercial entre Estados Unidos e China, FHC disse que o Brasil tem de "ter prudência e tirar vantagem do que for possível de ambos os lados".

Estados Unidos

FHC arrancou ainda risadas da plateia ao se colocar contra a construção do muro entre Estados Unidos e México, como planeja o presidente americano, Donald Trump. 

O ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP) pediu a palavra a certa altura da palestra e questionou se o tucano repetiria a Trump a frase "Tear down this wall!" (derrube aquele muro, em português), dita por Ronald Reagan a Mikail Gorbachev em 1987.

"Desde que você não me inclua na derrubada, tudo bem", brincou FHC.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias