Declaração

Bolsonaro divulga ações da Embrapa e Funai para inserção indígena

No Twitter, Bolsonaro disse que a Embrapa, em parceria com a Funai e outros órgãos de governo, participam da inserção social indígena e, conforme ele, a "comunidade inteira ganha com isso"

Nathália Macedo
Nathália Macedo
Publicado em 13/04/2019 às 9:37
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
No Twitter, Bolsonaro disse que a Embrapa, em parceria com a Funai e outros órgãos de governo, participam da inserção social indígena e, conforme ele, a "comunidade inteira ganha com isso" - FOTO: Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais na manhã deste sábado (13) para abordar a questão indígena, dois dias depois de causar polêmica em transmissão ao vivo no Facebook na quinta-feira (11).

No Twitter, Bolsonaro disse que a Embrapa, em parceria com a Funai e outros órgãos de governo, participam da inserção social indígena e, conforme ele, a "comunidade inteira ganha com isso". Na publicação, o presidente acrescentou um vídeo de pouco mais de um minuto mostrando as ações nas comunidades. "Chega de tratar nossos irmãos como animais de zoológico ou como massa de manobra política. Vamos adiante."

Declaração

Já na quinta, o presidente fez afirmações sobre o Acampamento Terra Livre (ATL), que acontece há 15 anos e será realizado este mês em Brasília.

"Vai ter um encontrão de índios agora, semana que vem. Tá sendo previsto (sic) 10 mil índios aqui em Brasília. E quem vai pagar a conta dos 10 mil índios que vem para cá? É você contribuinte. Queremos o melhor para o índio brasileiro, que é tão ser humano quanto qualquer um de nós que está na sua frente aqui. Mas essa farra vai deixar de existir no nosso governo."

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias