BLINDADA

'Vamos blindar a Câmara de qualquer crise', diz Maia no Twitter

Presidente da Câmara participou do Fórum de Governadores na manhã desta terça (11)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 11/06/2019 às 14:42
Notícia
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Presidente da Câmara participou do Fórum de Governadores na manhã desta terça (11) - FOTO: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou em sua conta no Twitter que vai "blindar a Câmara de qualquer crise". O deputado esteve presente no 5º Fórum de governadores na manhã desta terça-feira (11), em Brasília, onde os chefes do Executivo estaduais discutiram a manutenção dos municípios e Estados na Reforma da Previdência.

Maia ainda escreveu que todo o esforço e foco da Câmara estão na aprovação das reformas e de todos os projetos que são "essenciais para o Brasil". "Nada é mais importante do que o resgate da confiança, com o equilíbrio das contas públicas e a geração de empregos no país", completou o demista.

 

Luciana Santos no Fórum dos Governadores

A vice-governadora de Pernambuco participou do Fórum nesta terça. Segundo Luciana Santos, Maia indicou a retirada dos trechos da desconstitucionalização da legislação do sistema previdenciário e do modelo de capitalização da proposta, além das mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e na aposentadoria rural que já tinham o apoio de vários líderes partidários.

"O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que o governo ainda não tinha garantido votos para a votação da reforma da Previdência. E que ele, por conta própria e da Câmara, tem a disposição de construir com os governadores algum acordo, algum pacto. Inclusive, chegando a dizer que além dos pontos que os governadores do Nordeste já levantaram do BPC, aposentadoria rural, a desconstitucionalização, ele ainda toparia tirar as capitalizações (do texto da reforma). Isso que é novidade na conversa", disse Luciana.

Luciana relatou ainda que Maia disse que o governo Jair Bolsonaro (PSL) "não tem se esforçado" para obter votos pela aprovação da reforma.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias