CAIXA DOIS

Cabral diz que Paes recebeu R$ 6 milhões de empresário em 2008

O ex-governador do Rio afirmou à Justiça que houve caixa dois na campanha de reeleição de Eduardo Paes à prefeitura

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 02/07/2019 às 8:05
Notícia
Foto: Divulgação
O ex-governador do Rio afirmou à Justiça que houve caixa dois na campanha de reeleição de Eduardo Paes à prefeitura - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O ex-governador Sérgio Cabral (MDB) afirmou nesta segunda-feira, 1, à Justiça Federal que o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (MDB) recebeu R$ 6 milhões em caixa dois (doações não registradas) do empresário Arthur Soares Filho, conhecido como Rei Arthur, para sua campanha à reeleição em 2008.

Preso desde novembro de 2016 e condenado a quase 200 anos de prisão por liderar um esquema de propinas durante suas duas gestões, Cabral disse que o empresário teria sido recompensado com contratos direcionados no Centro de Operações Rio, mantido pela prefeitura, e no Centro de Diagnóstico por Imagem (Rio Imagem), gerido pelo Estado.

Nota de Paes

Em nota, Paes afirmou que "todas as doações feitas para as campanhas sempre foram realizadas de forma voluntária e espontânea. As doações foram declaradas e devidamente aprovadas pela Justiça Eleitoral". A defesa de Arthur Soares Filho não foi localizada até a conclusão desta edição.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias