HACKERS

Moro informou que conteúdo obtido em invasão será destruído, diz Noronha

O presidente do STJ, ministro João Otávio Noronha, também foi alvo de ataques virtuais

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 25/07/2019 às 19:46
Notícia
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O presidente do STJ, ministro João Otávio Noronha, também foi alvo de ataques virtuais - FOTO: Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Leitura:

Também alvo de ataques virtuais, o presidente do Superior Tribunal Justiça (STJ), ministro João Otávio Noronha, afirmou em nota nesta quinta-feira (25) que o ministro da Justiça, Sergio Moro, informou a ele que o material obtido vai ser descartado "para não devassar a intimidade de ninguém". A informação foi passada a Noronha na ligação em que Moro informou o ministro que seu nome aparece na lista das autoridades hackeadas.

"O ministro do STJ disse que está tranquilo porque não tem nada a esconder e que pouco utilizava o Telegram", diz a nota.

Confira a nota completa:

"O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, confirma que recebeu a ligação do ministro da Justiça, Sergio Moro, informando que o seu nome aparece na lista das autoridades hackeadas. O ministro do STJ disse que está tranquilo porque não tem nada a esconder e que pouco utilizava o Telegram.

O ministro Moro informou durante a ligação que o material obtido vai ser descartado para não devassar a intimidade de ninguém. As investigações sobre o caso são de responsabilidade da Polícia Federal, a quem cabe responder sobre o caso.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias