Amazônia

Governadores da Amazônia Legal pedem providências contra incêndios

Representantes do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins pediram ao Presidente "imediatas providências"

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 24/08/2019 às 14:09
Notícia
Victor Moriyama / Greenpeace / AFP
Representantes do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins pediram ao Presidente "imediatas providências" - FOTO: Victor Moriyama / Greenpeace / AFP
Leitura:

Os governadores dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins pediram ao presidente Jair Bolsonaro "imediatas providências" para viabilizar a cooperação das estruturas dos Estados da Amazônia Legal e do governo federal no combate a focos de incêndio na Floresta Amazônica.

O texto enfatiza que as medidas necessárias passam por "apoio material para o enfrentamento efetivo ao desmatamento" e incremento das ações de fiscalização de atividades ilegais. O pedido foi feito em carta enviada ao governo federal, assinada ontem e divulgada neste sábado.

No documento, os governadores afirmam que é "fato notório e de grande repercussão nacional e internacional" a ocorrência de inúmeros focos de queimadas, "muitas delas de proporções significativamente altas", na Amazônia, tanto no território brasileiro, quando no internacional.

"A proporção das queimadas, a velocidade de alastramento do fogo, a dificuldade de acesso às áreas atingidas, bem como a insuficiência de meios - financeiros, humanos e materiais - para combater o fogo, potencializam o tamanho da destruição e gravidade do problema", aponta o texto, destacando que a situação se agrava a cada dia.

Reunião

Na carta assinada pelo Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, composto pelos Estados citados acima, os governadores pedem também "uma reunião em caráter de urgência para tratar das parcerias necessárias a construção de uma agenda permanente de proteção, conservação e desenvolvimento sustentável" da Amazônia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias