BRASÍLIA

PF cumpre mandados de busca e apreensão na casa e no escritório de Janot

Os mandados foram cumpridos após Janot dizer que entrou armado em uma sessão do STF com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes

JC Online
JC Online
Publicado em 27/09/2019 às 18:42
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF
Os mandados foram cumpridos após Janot dizer que entrou armado em uma sessão do STF com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes - FOTO: Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF
Leitura:

A Polícia Federal cumpriu, na tarde desta sexta-feira (27), mandados de busca e apreensão na casa e no escritório de advocacia do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. As buscas e apreensões foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Os mandados foram cumpridos após o ex-procurador-geral dizer, nessa quinta-feira (26), que entrou armado em uma sessão da Corte com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes a tiros. "Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele (Gilmar) e depois me suicidar", afirmou o ex-procurador-geral da República.

'Ajuda psiquiátrica'

O ministro Gilmar Mendes se manifestou após a declaração de Janot e recomendou que o ex-procurador-geral da República "procure ajuda psiquiátrica". "Se a divergência com um ministro do Supremo o expôs a tais tentações tresloucadas, imagino como conduziu ações penais de pessoas que ministros do Supremo não eram", diz um outro trecho da nota.

Leia a íntegra

Últimas notícias