Revolta

#BolsonaroTraidor: Eleitores do presidente reagem a vetos no pacote anticrime

Bolsonaro vetou 25 pontos de projeto do ministro Sergio Moro. Apoiadores do ex-juiz usaram as redes sociais para protestar

Da editoria de Política
Da editoria de Política
Publicado em 25/12/2019 às 20:29
Foto: Instagram/@jairmessiasbolsonaro/Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro - FOTO: Foto: Instagram/@jairmessiasbolsonaro/Reprodução
Leitura:

Nesta quarta-feira (25), mesmo dia em que foi divulgada a sanção, por parte do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), do pacote anticrime proposto pelo ministro da Justiça Sergio Moro, a hashtag #BolsonaroTraidor passou várias horas entre os assuntos mais comentados do Twitter. Eleitores do presidente que apoiam o texto elaborado por Moro começaram a se referir desta forma ao militar da reserva porque ele vetou 25 pontos do projeto e manteve um, incluído no Congresso, - que cria a figura do juiz de garantias - muito criticado pelo ex-juiz da Lava Jato.

Entre os pontos aprovados pelo presidente estão, por exemplo, o aumento para três anos do prazo de permanência de presos perigosos em presídios federais, o endurecimento da punição para quem for pego comercializando armas de fogo de maneira ilegal e a proibição de saída temporário para condenados por crimes hediondos.

Bolsonaro, contudo, vetou a triplicação da pena quando o crime for cometido ou divulgado em redes sociais, a limitação da prova de captação ambiental somente para a defesa e a exclusão do ente público lesado para a celebração de acordo de não persecução nas ações de improbidade administrativa.

Veja baixo alguns tweets publicados com a hashtag #BolsonaroTraidor:

Últimas notícias