PT no Recife

Focada em disputar a Prefeitura do Recife, Marília Arraes terá encontro decisivo com Lula

Marília Arraes tem enfrentado incertezas quanto a sua candidatura à Prefeitura do Recife pelo PT

Editoria de Política
Editoria de Política
Publicado em 19/01/2020 às 15:57
Arthur Marrocos/Divulação
Marília Arraes tem enfrentado incertezas quanto a sua candidatura à Prefeitura do Recife pelo PT - FOTO: Arthur Marrocos/Divulação
Leitura:

A deputada federal Marília Arraes (PT) deve se encontrar nesta semana com o ex-presidente Lula. A deputada, que deseja disputar a Prefeitura do Recife pelo PT, tem enfrentado resistência em relação à sua candidatura. Com mais uma divisão interna no partido na capital pernambucana e parte dos petistas locais pedindo a manutenção da aliança com o PSB, a parlamentar continua aguardando posição do diretório nacional do PT.

Na última quarta-feira (15), o presidente do PT no Recife, Cirilo Mota, apresentou a resolução do partido que aponta um caminho de alianças para as eleições municipais deste ano. Deixando em dúvida, mais uma vez, o rumo da candidatura de Marília Arraes nestas eleições.

Marília nega que sua candidatura tenha sido 'rifada' pelo PT e afirmou que respeitava o posicionamento de Cirilo. A parlamentar ainda assim acredita que a independência do partido ainda vai prevalecer, tendo uma candidatura própria do PT.

"Respeito o posicionamento, tanto de Cirilo, quanto de quem tem esse direcionamento. Mas o nosso posicionamento é diferente e nós vamos fazer de tudo para que prevaleça a posição de independência do partido, que é de ter uma candidatura própria. Não pode o PT ser o protagonista nacional na oposição a Bolsonaro e ficar como linha auxiliar de outro partido em um Estado importante como é Pernambuco", afirmou Marília à reportagem do Jornal do Commercio, nesta quarta-feira.

Em entrevista à Rádio Jornal na última quinta-feira (19), ela afirmou que o contexto eleitoral é diferente e citou Lula. Marília enfatizou que o discurso do ex-presidente é por protagonismo do PT. 

'Barrada' em 2018

Em 2018, o senador Humberto Costa foi um dos articuladores para barrar a postulação de Marília Arraes. Apesar de ter conseguido o apoio da maioria dos delegados em Pernambuco, por decisão do diretório e da executiva nacional, a candidatura da deputada foi derrubada pelo PT, que decidiu retornar à Frente Popular. Ainda em entrevista à Rádio Jornal, Marília Arraes disse não ter notícia “de um partido que tenha feito isso duas vezes com a mesma pessoa”. “O presidente Lula sabe disso”, afirmou. 

Últimas notícias