Segurança Pública

Governador anuncia criação de mais um Batalhão de Polícia em Jaboatão

Paulo Câmara ainda anunciou novas companhias da PM no interior do Estado

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 12/02/2015 às 12:19
Roberto Pereira/Divulgação Governo do Estado
Paulo Câmara ainda anunciou novas companhias da PM no interior do Estado - FOTO: Roberto Pereira/Divulgação Governo do Estado
Leitura:

O governador Paulo Câmara (PSB) participou nesta quinta-feira (12) do evento de formatura de novos 1.100 policiais militares no Centro de Convenções, em Olinda. Na ocasião, ele anunciou uma série de medidas na área de segurança como a criação de novos batalhões de polícia. Com mais essa leva de soldados, a Polícia Militar de Pernambuco passará a ter 20.300 policiais. "Vamos criar o 25º batalhão em Jaboatão, vamos ter a oportunidade de criar o batalhão do interior com duas novas companhias que vão ficar baseadas em Palmares (Mata Sul) e Toritama (Ageste). Vamos criar a Companhia Independente de Goiana (Mata Norte) em virtude do desenvolvimento da região com a chegada da fábrica da Jepp", falou.

Presente à formatura dos novos policiais, o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, detalhou como funcionarão as novas estruturas criadas por Paulo Câmara. "Teremos o 25º Batalhão de Polícia Militar em Jaboatão e Moreno, divindo a responsabilidade daquela área com o sexto Batalhão. Criaremos o Batalhão de Polícia Especializada do Interior, nos moldes do que hoje é a Companhia Independente de Operações e Sobrevivência na Área de Caatinga (Ciosac), que volta para o Sertão e teremos duas companhias: uma atendendo à área norte do Agreste e da Zona da Mata, acima da BR-232, e, abaixo da BR-232, uma segunda companhia com base em Palmares. A Companhia Independente de Polícia em Goiana terá responsabilidade pelas cidades de Goiana, Condado e Itaquitinga", explicou.

Os novos policiais iniciaram o curso de formação e ainda não concluíram oficialmente essa etapa, mas já terão seus nomes publicados no Diário Oficial do Estado para que o governo estadual possa cumprir o prazo do concurso, que se encerra no próximo dia 17. Aos formandos, o governador dedicou um discurso motivador. "Com a entrada dos senhores e das senhoras na Polícia Militar, vamos poder avançar mais no Pacto pela Vida. Aviso a cada um: conto com vocês e não vamos abaixar a cabeça para a criminalidade em Pernambuco. Bandido não vai ter vez no Estado. Vamos ser incansáveis na redução do número de homicídios", disse.

"Os novos policiais concluíram uma primeira fase de instrução de três semanas. Tínhamos um prazo para nomear eles que se encerrava na terça-feira, então hoje o governador assinou todas as nomeações aqui na sonelidade. Amanhã, isso estará publicado no Diario Oficial do Estado. Terão uma semana de intervalo porque nossa atenção se volta para a segurança no carnaval e no dia 23 de fevereiro eles retornam ao curso de formação. Até o dia 15 de julho, eles terão aulas teóricas e de 16 a 31 de julho farão o estágio supervisionado nas ruas", detalhou Alessandro Carvalho.

Na semana passada, o governo estadual enfrentou protestos de aprovados no concurso da PM de 2009 que não foram convocados pelo governo. O governador destacou que não haveria tempo hábil de chamar uma nova leva de concursados e prometeu abrir mais vagas na Polícia Militar ainda este ano.

"Concluímos o que foi possível do concurso 2009 com a entrada de 1.110 novos policias militares. Essa é uma etapa do nosso planejamento para a segurança nos próximos quatro anos. O concurso expira agora no dia 17 de fevereiro. A Polícia Militar já está autorizada para iniciar os preparativos para um novo concurso. A gente quer ter a oportunidade de todo ano ter condição de repor o policiamento, aumentando onde for preciso, relocando onde for necessário. Isso faz parte da nossa estratégia da política englobada dentro do Pacto pela Vida", declarou Paulo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias