greve

Sevidores da Emprel aderem à greve no Recife

Grupo aderiu à paralisação que atinge outras categorias

Da editoria de Política
Da editoria de Política
Publicado em 09/08/2017 às 12:51
Foto: Divulgação
Grupo aderiu à paralisação que atinge outras categorias - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

Os servidores da Empresa Municipal de Informática (Emprel) aderiram à greve dos servdipres municipais do Recife nesta quarta-feira (9). O grupo deflagrou o movimento e os funcionários estão agrupados em frente à sede da Empresa, na Avenida 21 de Abril, no bairro dos Torrões. O grupo fazia paralisações pontuais desde o dia 24 de julho e agora pararam por tempo indeterminado.

A categoria pede 6,14% de reposição de perdas salariais, manutenção do acordo coletivo e o reajuste do vale-alimentação dos atuais R$ 15,50 para R$ 20.

A Prefeitura do Recife propôs 2% de reajuste vinculado ao crescimento da arrecadação, além do aumento do vale-alimentação de R$ 15,50 para R$ 18. Antes, o valor do vale proposto pela gestão municipal era para R$ 17,50.

A proposta da prefeitura não agradou os servidores da Emprel. "Está muito longe do que os servidores estão precisando", disse Dinaldo Lessa, diretor de formação do SINDPD-PE, o sindicato ligado à categoria dos servidores da Emprel.

PROPOSTA

Servidores e a Prefeitura do Recife participaram, nessa terça-feira (8) da 7ª mesa de negociação. Os servidores têm até a próxima sexta-feira (11) para a adesão da proposta. O objetivo da PCR é enviar um Projeto de Lei para a Câmara Municipal na próxima segunda-feira (14) para regulamentar os reajustes e o abono salarial.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias