Novo partido

Gilson Machado e coronel Meira assinam criação da Associação Aliança pelo Brasil de Pernambuco

A associação vai dar suporte para membros e colaboradores pernambucanos do novo partido Aliança pelo Brasil, proposto pelo presidente Jair Bolsonaro

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 13/01/2020 às 20:02
Notícia
Foto: Divulgação
A associação vai dar suporte para membros e colaboradores pernambucanos do novo partido Aliança pelo Brasil, proposto pelo presidente Jair Bolsonaro - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

O presidente do Instituto Nacional de Turismo (Embratur), Gilson Machado Neto, e o coronel Meira, candidato a deputado federal nas eleições de 2018, assinaram nesta segunda-feira (13) o Estatuto da Associação Pró-Aliança Pelo Brasil de Pernambuco. A criação da entidade visa dar suporte para membros e colaboradores do novo partido no Estado. 

Leia o manifesto do novo partido de Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil

O Aliança, capitaneado pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), busca desde dezembro do ano passado o recolhimento de quase 500 mil assinaturas, distribuídas por pelo menos nove estados, para poder participar das eleições municipais de 2020. De acordo com a legislação eleitoral, o prazo para a oficialização é em abril. 

Os integrantes da associação realizaram um ato nesta segunda no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, para formalizar o estatuto e discutir futuras ações da sigla em Pernambuco, como eventos e coleta das assinaturas.

Atos

Apoiadores de Bolsonaro na Região Nordeste estão organizando eventos para realizar a coleta de assinaturas para a criação do novo partido. O ato em Recife será no dia 1º de fevereiro. O coronel Meira informou ao Blog de Jamildo que o público esperado é de 2 mil pessoas, mas o local ainda não está definido. 

Bolsonaro já afirmou que Recife é uma das prioridades do seu grupo político nas eleições municipais, em entrevista ao programa Poder em Foco, do canal SBT no dia 22 de dezembro. 

Segundo Meira, caso não seja possível viabilizar a criação do Aliança pelo Brasil a tempo, os bolsonaristas devem apoiar um candidato da direita pernambucana, de partidos como PRTB, Patriota, PSC e DEM. “Vai ser um candidato. Deixa lá a esquerda dividida”, afirmou ao Blog de Jamildo.

Deste grupo, são cotados para disputar a Prefeitura do Recife o ex-ministro da Educação Mendonça Filho (DEM), o deputado federal André Ferreira (PSC), o líder da oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB) e até o ex-governador Joaquim Francisco (PSDB) mais recentemente. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias