Carros

Google revela protótipo de carro autônomo

O modelo, que ainda não tem nome, tem duas portas e transporta duas pessoas

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 26/12/2014 às 22:15
Foto: GOOGLE / AFP
O modelo, que ainda não tem nome, tem duas portas e transporta duas pessoas - FOTO: Foto: GOOGLE / AFP
Leitura:

O Google revelou, na Califórnia, o protótipo de seu carro autônomo. O modelo apresentado é bastante semelhante à maquete revelada no último mês de maio.

As pesquisas para o desenvolvimento de um carro que se dirige sozinho começaram em 2008, quando um engenheiro da companhia, Sebastian Thron, sugeriu a ideia a alguns executivos. "Teríamos um grande problema de ficção científica, algo que impactaria a vida de milhões de pessoas no mundo inteiro, e este é o tipo de problema que o Google gosta de resolver", diz Chris Urmson, diretor do projeto.

Em 2009 o Google adaptou um Toyota Prius para testar a tecnologia de auto-condução pelas rodovias da California. Em 2012, depois de experiências bem sucedidas nas estradas, a gigante de Montain View resolveu testar a tecnologia em vias urbanas. Para isso, adaptou o SUV Lexus RX450h. Juntos, os dois veículos percorreram mais de 400 mil quilômetros sem acidentes, superando a meta inicial, que era de 161 mil.

Como a ideia não era adaptar carros de outras montadoras, e sim criar uma tecnologia própria, o Google começou a desenhar o modelo que se aproximaria do atual. O primeiro, de carroceria simples e estrutura tubular, para comportar os milhares de sensores posicionados ao longo do veículo, começou a ser testado ainda na sede da companhia. Para o protótipo recém apresentado, o Google adaptou uma pista de testes no interior do estado da California.

O modelo, que ainda não tem nome, tem duas portas e transporta duas pessoas. O formato arredondado, segundo o Google, é o que é esperado dos carros do futuro e foi concebido para que os sensores tenham um campo de visão maior, como explica a engenheira de sistemas do projeto, Jaime Waydo.

Com foco em segurança, o carro possui sensores de longo alcance e um software capaz de projetar todos os obstáculos ao redor do veículo. O sistema é capaz de calcular distância, altura, comprimento, velocidade, deslocamento e até a cor de objetos, permitindo, inclusive, identificar cones de sinalização na pista. Com isso, o carro ganha tempo para se desviar de obstáculos. "Nós queremos um carro com os melhores aspectos de um motorista humano. Nosso carro deve ser cortês e cuidadoso, porque isso faz com que você se sinta seguro como se estivesse com um outro motorista", diz Chris Urmson.

Não há, no entanto, previsão de operações comerciais para este veículo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias