Cena Política

Escolha de Miguel Coelho para vice, se for confirmada, é boa mas demonstra falta de opções

O nome apontado como favorito, cumpre requisitos, mas é de uma deputada de seu próprio partido.

Igor Maciel
Cadastrado por
Igor Maciel
Publicado em 28/06/2022 às 15:21 | Atualizado em 28/06/2022 às 15:23
JONAS SANTOS/DIVULGAÇÃO
ATAQUE Ex-prefeito de Petrolina ressaltou, sem citar nomes, que um dos idealizadores do projeto foi Danilo Cabral - FOTO: JONAS SANTOS/DIVULGAÇÃO
Leitura:

Miguel Coelho (UB) deve anunciar, segundo o Blog de Jamildo, a deputada estadual Alessandra Vieira (UB) como candidata a vice em sua chapa. É um bom nome, Alessandra tem potencial de votos no Agreste Setentrional, principalmente em Santa Cruz do Capibaribe, onde o marido, Edson Vieira (UB), foi prefeito. Mas ela é do mesmo partido que Miguel, o que denota falta de opção.

Ela agrega muito, é mulher e do Agreste, cumpre os requisitos para a formação do palanque que o ex-prefeito de Petrolina planejou.

Reprodução/Instagram
CHAPA Alessandra Vieira é favorita para ser vice de Miguel Coelho - Reprodução/Instagram

Mas a vaga de vice é, normalmente, usada para atrair novos partidos ou grupos políticos para dentro do projeto. Alessandra já estava dentro.

Danilo Cabral (PSB), por mais que o nome de Luciana Santos (PCdoB) não fosse o mais querido, ela é presidente nacional do seu partido e consegue agregar com sua sigla. Inclui novos grupos de militância no processo.

Marília Arraes (SD), colocando Sebastião Oliveira na vice, integrou um grupo político tradicional do Sertão do Pajeú e ainda trouxe o Avante para o palanque.

Anderson Ferreira (PL) e Raquel Lyra (PSDB) ainda não decidiram seus vices e não o fizeram porque esperam os acontecimentos para não fazer o mesmo que Miguel.

Conseguirão?

Comentários

Últimas notícias