Cláudio Humberto

Eduardo Leite contou só com um apoiador de sua candidatura derrotada, na proclamação dos resultados

Os meios políticos de São Paulo estão intrigados com o sumiço do prefeito de Santo André, Paulo Serra, que, na sexta (26), véspera das prévias do seu partido, o PSDB, pediu de licença do cargo e escafedeu

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
Publicado em 01/12/2021 às 6:41
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, ao lado do presidente do PSDB, Bruno Araújo - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

Sumiu na véspera

Os meios políticos de São Paulo estão intrigados com o sumiço do prefeito de Santo André, Paulo Serra, que, na sexta (26), véspera das prévias do seu partido, o PSDB, pediu de licença do cargo e escafedeu. Serra era o coordenador da campanha do gaúcho Eduardo Leite às prévias do PSDB. Ele foi escolhido para o papel de tentar dividir o apoio a João Doria no próprio estado do governador, que venceria a disputa. Especialista em escafeder, Paulo Serra também tomou chá de sumiço no 2º turno da eleição de Doria para o governo estadual, em 2018. O desaparecimento do coordenador de campanha de Leite se somou a outros sumiços tão intrigantes quanto constrangedores, no sábado (27). "Cardeais" tucanos que prometeram vitória a Leite, como Aécio, José Aníbal e Tasso Jereissati, não apareceram na proclamação do vencedor. Leite contou só com um apoiador de sua candidatura derrotada, na proclamação dos resultados: o presidente do PSDB, Bruno Araújo.

Brasil supera a França na vacinação

Após superar EUA e Reino Unido na proporção de pessoas vacinadas contra a covid-19, o Brasil deve ultrapassar a França, esta semana. Com 65 milhões de habitantes, cerca de 30% da população brasileira, o país europeu aplicou ao menos uma dose de vacina em quase 77% dos habitantes, o mesmo que o Brasil. A diferença é a média de mais de um milhão de doses aplicadas todos os dias por aqui. Até o dia 28, a França havia vacinado 76,73% da população e o Brasil, 76,64%. A maior parte das vacinas aplicadas na França são reforços. Casos fora da curva, como Portugal (89%), Cingapura (93%) e EAU (98%) têm menos de 10 milhões de habitantes, menos de 5% do Brasil. Na segunda (29), o Ministério da Saúde anunciou que fechou a compra de mais 100 milhões de doses da vacina Pfizer para os brasileiros.

Fome e ganância

A importação de gasolina subiu 119% em um ano, segundo a Logcomex, e fez a fome encontrar a vontade de comer: nesse período, a Petrobras radicalizou na sua política de lucros que atormenta o Brasil.

Ops, deu errado

A vitória folgada do governo Bolsonaro na CCJ do Senado, por 16x10 votos, representou a derrota de todos os "analistas" que passaram os últimos dias vendendo a garantia de derrota da proposta. Deu errado.

De interesses

A filiação de Bolsonaro é só um casamento de interesses: o PL garante a ele e a apoiadores palanques em todos os estados, em troca de uma bancada numerosa no Congresso que o partido nunca teve.

Pensam naquilo

Muitos deputados federais eleitos representam fatia maior nos fundos Partidário e Eleitoral, e esse é o principal "dote" de Bolsonaro e dos seus apoiadores, filiando-se ao PL. Partidos só pensam nisso.

Não é piada

Uma comissão de "legislação participativa" da Câmara marcou reunião, a pedido de deputados do PT, para reclamar de impactos negativos das privatizações. Os "debatedores" serão... quatro deputados do PT.

Conta salgada

Os institutos de Defesa do Consumidor (Idec), Clima e Sociedade (iCS) e Meio Ambiente (Iema) calculam que brasileiros vão pagar R 140 bilhões em 30 anos por
usar termelétricas na crise hídrica.

Frase

Decisão, agilidade e cuidado com o Brasil" - Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, elogiando o fechamento das fronteiras a países do sul da África

Comentários

Últimas notícias