COLUNA CLÁUDIO HUMBERTO

Cláudio Humberto: pesquisa mostra Bolsonaro à frente de Lula nas intenções de votos do Nordeste

A pesquisa nacional do Brasmarket também mostrou liderança do atual presidente nos eleitores do Sudeste

Cláudio Humberto
Cláudio Humberto
Publicado em 15/12/2021 às 8:05
ALAN SANTOS/PR
Segundo pesquisa, Jair Bolsonaro lidera em todos os estados brasileiros - FOTO: ALAN SANTOS/PR
Leitura:

A pesquisa nacional do Brasmarket, que entrevistou 4.100 eleitores em todo o Pais, é a primeira que mostra Jair Bolsonaro (PL) à frente de Lula (PT) no Nordeste, quando o entrevistado cita sua escolha espontaneamente (28,6% a 12,1% para Lula), ou na estimulada, quando a lista de pré-candidatos é exibida (32,2% a 21,4%) ao eleitor. Bolsonaro lidera no Sudeste também. Na espontânea, deu 32,5% a 17,8% para Lula. Essas regiões somam 70% do eleitorado: 27% no Nordeste, 43% no Sudeste. O Brasmarket também apurou que os dois principais pré-candidatos têm rejeição elevada e semelhante: Lula 40,4% e Bolsonaro 37,8%. Na região Sul, de acordo com essa pesquisa, Bolsonaro soma mais do dobro da intenção de votos do seu principal oponente: 40,4% a 18,4%. No Norte, o presidente venceria hoje por 39,3% a 19,6% e no Centro-Oeste 34,7% a 22,9% para Lula, segundo a Brasmarket. A Brasmarket detectou muitos indecisos na espontânea (38,1%) e na estimulada (17,7%), mas em outras pesquisas esse numero é reduzido.

USP custa mais que três estados

O orçamento de R$ 7,6 bilhões da Universidade de São Paulo (USP) para 2022, anunciado pelo governador João Doria (PSDB), é igual ou maior que os orçamentos anuais de três estados. O custo da USP equivale ao orçamento do Acre, mas é bem maior que o do Amapá (R$ 6,3 bilhões) e Roraima (R$ 5,1 bilhões). A dúvida é se a USP, que exige tanto do pagador de impostos, entrega o que dela se espera. Os R$ 7,6 bilhões da USP são gastos em 246 cursos de graduação, 229 de pós-graduação, 5,8 mil professores e cerca de 100 mil alunos. Doria destacou que o orçamento da USP para 2022 é o maior da História por ser a mais importante universidade da America Latina. Para o governador paulista, o orçamento recorde da USP "é resultado de uma gestão que investe em educação e acredita na ciência".

Avanço

Na eleição do novo ministro do TCU, a senadora Kátia Abreu (PP-TO) desta vez não surrupiou a pasta do presidente do Senado em plena votação, como na eleição de Davi Alcolumbre. Foi um avanço.

Vitória BR

O Brasil venceu na Organização Mundial do Comércio (OMC) a disputa contra subsídios abusivos do governo da Índia a produtores locais de cana-de-açúcar. O embaixador Alexandre Parola, chefe da missão do Brasil na OMC, teve elogiada atuação nesse processo.

Revisita

A passagem por Mato Grosso do Sul permitiu ao presidente Jair Bolsonaro rever o estado que conhece como a palma da mão. Durante anos, quando militar, ele serviu em Nioaque, no sudoeste.

Estratégias

Sergio Moro tenta se mostrar diferente do Bolsonaro de 2018, que admitia não entender de nada e nomearia pessoas capacitadas. Já o ex-juiz se mostra como especialista em tudo, de inflação à ciência.

Ladeira abaixo

A vacinação contra covid chegou a 165 milhões de brasileiros, fazendo a média de mortes desabar para alívio geral. O Conass diz que a média atual é de 136 mortes por dia, a menor da pandemia.


Construindo

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção comemorou a criação de vagas, 285 mil até outubro. O setor tem 2,4 milhões de empregados com carteira assinada e está no maior nível desde 2016, diz a CBIC.

Frase

Liberamos R$ 8,5 milhões para ações de resposta. É só o começo" - Rogério Marinho (Desenvolvimento) sobre a ajuda a cidades atingidas pelas enchentes

Comentários

Últimas notícias