PESQUISA

Procon Recife encontra diferença de preços de até 400% em presentes para o Dia das Mães

Levantamento foi realizado, entre os dias 13 a 20 de abril, em 23 estabelecimentos no Recife, sendo 15 lojas físicas e oito virtuais

Edilson Vieira
Cadastrado por
Edilson Vieira
Publicado em 05/05/2021 às 15:49
Reprodução/Internet
PESQUISA Procon Recife encontrou o mesmo modelo de prancha de cabelo sendo vendido por R$ 200 em um estabelecimento e por R$ 40 em outra loja - FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Na semana que antecede o Dia das Mães, comemorado no próximo domingo (9), o Procon Recife divulgou uma pesquisa de preços de produtos voltados para a data. Os pesquisadores da unidade de educação do órgão visitaram, entre os dias 13 e 20 de abril, um total de 23 estabelecimentos no Recife, sendo 15 lojas físicas e oito virtuais, com o objetivo de promover a melhor referência de preços ao consumidor.

Foram pesquisados eletroeletrônicos (uso doméstico e pessoal), perfumaria e floricultura, com um total de 170 itens, como celular e tablet (sem vínculo com operadoras de telefonia móvel), secador de cabelo, escova secadora, cafeteira expresso, fritadeira, perfume de diversas marcas, flores de alguns tipos e arranjos.

As variações de preços encontradas pela fiscalização referem-se aos dias em que foi realizada a pesquisa, e por essa razão é importante que o consumidor esteja atento às possíveis mudanças nos preços dos produtos listados, inclusive por ocasião de descontos e promoções.

Na pesquisa de preços dos eletroeletrônicos (uso doméstico e pessoal), o Procon Recife encontrou uma considerável variação. Na pesquisa de preços referente à categoria prancha de cabelo, foi encontrado o maior percentual da pesquisa, 401,23%, no modelo prancha cerâmica EB06, da marca Multilaser, custando R$ 199,99 em um estabelecimento, e R$ 39,90 em outro.

CELULAR

Na categoria celular a maior diferença percentual encontrada foi de 92,34% no modelo Smartphone Samsung Galaxy S10,128GB, que custava R$ 4.999 em um estabelecimento, e em outro custava R$ 2.599. Na categoria tablet, a maior diferença percentual encontrada foi de 50,17%, no modelo Tablet Positivo Twist, Android, 32GB, que custava R$ 449 em um estabelecimento, e em outro R$ 299.

Na categoria secadores de cabelo, o maior percentual foi de 47,73%, no modelo Secador Taiff Easy Motor 1700 W, no valor de R$ 212,72, enquanto em outra loja o mesmo produto custava R$ 143,99. Na categoria escova secadora, o maior percentual é de 70,68%, fo encontrado no aparelho da marca Mondial 1200W cerâmica, Golden Rose, que custava R$ 289,99 em um estabelecimento, enquanto em outro custava R$ 169,90.

Na categoria Fritadeira/Airfryer, o maior percentual encontrado é de 52,51%, no modelo Fritadeira sem Óleo Air Fryer Mondial Inox Red Premium, que custava R$ 609,90 em um estabelecimento, enquanto em outro custava R$ 399,90.

Na categoria Cafeteira Expresso, o maior percentual é de 44,21%, no modelo Máquina de Café Nespresso Essenza Vermelha Mini, 19 bar expresso, que custava R$ 599 em um estabelecimento, enquanto em outro custava R$ 415,99.

Já no levantamento de preços referentes à perfumaria, o maior percentual encontrado foi de 126,14% no perfume Calvin Klein Women Feminino 100ml, que custava R$ 449,90 em uma loja, enquanto em outra custava R$ 198,85.

Também foram pesquisados preços em floriculturas e nessa categoria o maior percentual encontrado foi de 242,86%, no buquê com 12 rosas nacionais, que custava R$ 120 em um estabelecimento, enquanto no outro custava R$ 35.

ORIENTAÇÕES

O presente ideal é aquele que cabe no seu orçamento pessoal e familiar. Faça um planejamento de quanto pode ser gasto, e só então comece a pesquisa de preços daquele produto desejado em pelo menos três estabelecimentos.

Seja no site ou na loja física, não confie de imediato no preço dos produtos promocionais. Consulte a pesquisa do Procon Recife para verificar em outros estabelecimentos o preço real daquele produto que está a procura.

Evite o parcelamento a longo prazo. A parcela que hoje você pode pagar, pode não caber no futuro. Imprevistos podem acontecer e levar o consumidor ao endividamento

É importante sempre estar atento ao “parcelamento sem juros”.

É importante buscar informações sobre o fabricante do produto que será comprado. Questões como a qualidade do serviço de atendimento ao cliente, a rede de assistência técnica autorizada, a existência de reclamações registradas nos órgãos de proteção ao consumidor (se são atendidas ou não) devem ser consideradas na hora da escolha.

Na compra de qualquer produto, a nota ou cupom fiscal deve ser entregue ao consumidor. Produtos como eletroeletrônicos, eletrodomésticos, itens de tecnologia, tablets, smartphones, entre outros, contam com manual de instrução e termo de garantia, os quais devem ser entregues em língua portuguesa.

Caso o produto apresente algum problema de fabricação, os prazos para reclamar junto ao fornecedor são 30 dias no caso de produtos não duráveis (como, alimentos, flores etc.) e 90 dias no caso de produtos duráveis (eletrodomésticos, roupas, carros, entre outros).

Sobre a regra de troca (roupa, calçados, etc) muito comum em datas comemorativas, o consumidor precisa saber que o lojista não é obrigado a efetuar a troca por motivo de gosto (tamanho, cor, etc). Caso haja essa opção, o lojista deverá fornecer por escrito esta “garantia”, que deve conter a data limite para realizar a troca. Agindo desta forma, o lojista será obrigado a cumprir o que foi acordado com o consumidor.

Sobre o produto que não funciona (regra geral), o lojista também não é obrigado a efetuar a troca caso o produto não esteja funcionando, ainda que o consumidor tenha acabado de comprar o item. Neste caso, ainda dentro do prazo de garantia, o produto deve ser encaminhado à assistência técnica que terá um prazo de até 30 dias para solucionar o problema. Caso esse prazo não seja cumprido, o consumidor poderá escolher entre a devolução do valor pago ou a troca do produto. Por isso, é muito importante, sempre que possível, pedir para que seja feito o teste do produto ainda dentro da loja. Caso não seja possível, a orientação é procurar pactuar um prazo para a verificação do estado de funcionamento, para possível troca, mas é importante lembrar que a troca nesses casos é uma decisão do fornecedor.

Comentários

Últimas notícias