COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Disputa de vagas no Sisu 2021 começa nesta terça-feira; veja o que é importante saber antes da inscrição

São 209.190 vagas de graduação em 5.685 cursos em 110 instituições, sendo sete de Pernambuco

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 05/04/2021 às 21:36
Notícia
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
SONHO A fera Júlia Martins, 17 anos, quer cursar design na UFPE. "Acho que tenho chance de ser aprovada." - FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Após enfrentar um 2020 atípico por causa da pandemia de covid-19, o que obrigou o estudo remoto na maior parte do ano, vestibulandos de todo o País iniciam nesta terça-feira (06) a disputa por 209.190 vagas de graduação em 5.685 cursos, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Participam 110 instituições, sendo sete de Pernambuco.

Juntas, no Estado, UFPE, UFRPE, Univasf, UFAPE, UPE, IFPE e IF do Sertão vão ofertar 14.779 vagas nesta primeira edição do Sisu de 2021. Qualquer pessoa que fez a edição 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não tirou zero na prova de redação pode se candidatar. As inscrições vão até 23h59 de sexta-feira (09).

Já se antecipando a possíveis congestionamentos no site - a inscrição é toda online, - o Ministério da Educação (MEC) pediu que os candidatos fiquem tranquilos. "O MEC orienta que os interessados nas vagas ofertadas para as instituições públicas de educação superior tenham tranquilidade para acessar o sistema durante todo o período de inscrição. Com isso, o MEC busca evitar o risco de eventuais sobrecargas no sistema do Sisu e no portal de serviços do governo federal, que está integrado ao sistema de inscrição", diz o órgão.

MONITORAMENTO

Para se inscrever o candidato deve utilizar o mesmo login cadastrado no portal de serviços do governo federal (acesso.gov.br), da mesma forma que fez para acessar o resultado do Enem 2020. Embora o estudante possa se inscrever até a sexta-feira, a recomendação dos professores e diretores de escolas é que a inscrição seja feita já hoje para que o fera monitore seu desempenho todos os dias, já que a partir de amanhã o MEC vai informar a nota de corte de cada curso. Essa média é o resultado do candidato com o menor desempenho que está sendo aprovado em cada graduação.

A nota de corte é atualizada diariamente e serve para o aluno saber se está aprovado ou não. Não é uma posição definitiva porque como o sistema permite mudar quantas vezes quiser, enquanto a inscrição estiver aberta, essa colocação sofre mudança no decorrer do processo.

Abaixo,  veja as maiores e menos médias dos candidatos aprovados no Sisu 2020 nas instituições de Pernambuco

UFPE

UFRPE

UPE

Univasf

O vestibulando pode se inscrever em até dois cursos. É importante lembrar que caso o candidato seja aprovado na sua segunda opção de curso ele não poderá concorrer para o remanejamento da primeira opção. Essa regra vale mesmo que ele não efetue a matrícula.

"Não ganha ponto quem se inscrever primeiro. Nesta terça não tem nenhuma nota de corte. Então a dica é fazer a inscrição no primeiro dia, marcar os cursos que deseja. Mas não tem perigo se mudar depois, não precisa ficar com medo pois poderá trocar livremente se quiser. É um dia também para não dar ouvido a nenhum tipo de boato", observa o professor de biologia Fernando Beltrão.

Aprenda a calcular sua nota para UFPE

CONCORRÊNCIA

Na primeira edição do Sisu 2020, em janeiro do ano passado, medicina, administração e direito foram os cursos com mais candidatos (274.190, 190.454 e 175.413 inscritos, respectivamente). Já os mais concorridos foram, conforme o MEC, ciências biomédicas (145 inscrições/vaga), educação física (106) e têxtil e moda (94). Houve no total 1,7 milhão de inscritos.

"Pretendo me inscrever nesta terça, mas não assim que abrir o sistema porque deve ter muita gente acessando. Simulei minha média e acho que tenho chance de ser aprovada", diz a vestibulanda Júlia Martins, 17 anos, ex-aluna da Escola Técnica Estadual Cícero Dias, que fica em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Júlia concluiu o curso técnico de multimídia e agora planeja ingressar na UFPE, no curso de design, pelas cotas para egressos da rede pública.

CALENDÁRIO

Além de considerar aptidão para o curso, vale também o estudante observar quando começará a estudar, caso seja aprovado. Com a pandemia, as universidades atrasaram seus calendários acadêmicos. Veja, abaixo, as datas de início de ano letivo de 2021 nas instituições de Pernambuco que integram o Sisu:

UPE: 13 de outubro
UFPE: 20 de setembro
UFRPE: Previsão de ser em 1º de fevereiro de 2022
UFAPE: Segue a UFRPE
Univasf: 24 de novembro (previsão)
IFPE: Começou em 22 de março (depende de cada câmpus). Mas as vagas do Sisu só são para cursos de segunda entrada, ou seja, com início das aulas a partir de 25 de agosto (cada unidade define). No Recife deve ser na segunda quinzena de setembro
IF Sertão-PE: a partir de 20 de abril, de acordo com cada unidade acadêmica

BÔNUS

Ao se inscrever, o candidato pode optar por disputar a vaga pela ampla concorrência (para quem estudou em escola privada) ou pelas cotas (para egressos de escolas públicas).

Algumas universidades adotam alguma política de incentivo, como um acréscimo na média geral do Enem. Em Pernambuco, UFPE, UFRPE, UPE e UFAPE concedem um bônus de 10% na nota final do Enem para os candidatos que atendam alguns critérios.

Vale destacar que o estudante tem que optar se quer concorrer pelas cotas ou ganhar o bônus. Ao ser aprovado no Sisu com um dos benefícios, o candidato terá que provar, no ato da matrícula, que tem direito a ele.

Veja, abaixo, quem tem direito, nas universidades pernambucanas, ao bônus no Enem

- UFPE

Câmpus Recife
Válido só para o curso de medicina. Ganhará o bônus o candidato que cursou e concluiu todo o ensino médio em escolas regulares e presenciais (publica ou privada) de Pernambuco

Câmpus Vitória de Santo Antão e Caruaru
Vale para todos os cursos. O candidato deve ter cursado e concluído todo o ensino médio em escolas (públicas ou privadas) situadas na Zona da Mata ou no Agreste de Pernambuco, independentemente se é de uma região e vai concorrer para uma graduação em outra

- UFRPE

Todos os egressos do Colégio Técnico Dom Agostinho Ikas (Codai)

Câmpus Belo Jardim e Serra Talhada
Vale para todos cursos. O candidato deve ter feito todo o ensino médio (escola pública ou privada) no Agreste ou no Sertão de Pernambuco

- UFAPE
Vale para todos cursos. O candidato deve ter feito todo o ensino médio (escola pública ou privada) no Agreste ou no Sertão de Pernambuco

- UPE

Câmpus Recife
Válido para os cursos de direito, medicina e odontologia. O candidato deve ter cursado e concluído todo o ensino médio em escolas (públicas ou privadas) localizadas no Recife, Região Metropolitana ou Zona da Mata do Estado. Também precisa morar em uma dessas regiões

Câmpus Garanhuns
Vale apenas para medicina. O candidato deve ter feito todo o ensino médio, independentemente de ser em escola pública ou privada, no Agreste. Deve ainda residir na região

Câmpus Arcoverde e Serra Talhada
Válido para os cursos de direito e odontologia de Arcoverde e medicina de Serra Talhada. É preciso morar e ter cursado o ensino médio nas mesorregiões do Sertão Pernambuco ou do São Francisco Pernambucano


Comentários

Últimas da Coluna

Últimas notícias