COLUNA ENEM E EDUCAÇÃO

Escolas de Pernambuco flexibilizam uso de máscara, mas ressaltam importância de manter a proteção contra covid-19

Novo decreto do governo estadual permite que pessoas circulem em ambientes abertos sem a necessidade de estarem de máscaras

Margarida Azevedo
Margarida Azevedo
Publicado em 30/03/2022 às 19:37
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Nas salas de aulas, máscaras devem ser usadas por todos, alunos e professores - FOTO: FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Escolas particulares de Pernambuco começaram a liberar, nesta quarta-feira (30), a presença de estudantes sem máscaras em locais abertos dentro das unidades de ensino. O governo estadual só vai exigir a proteção em locais fechados. Mesmo com a flexibilização, a maioria dos colégios enviou comunicado às famílias destacando a importância de continuar com o uso das máscaras nos espaços escolares.

O Colégio Núcleo, que tem unidades nos bairros da Jaqueira (Zona Norte) e Boa Viagem (Zona Sul), no Recife, informou que está permitido ficar sem máscara nos ambientes abertos. "Ressaltamos, entretanto, a importância de manter as vacinas contra a covid-19 dos nossos estudantes em dia, assim como as doses de reforço dos pais e responsáveis legais".

"Como os estudantes já estão acostumados à rotina e entendem que é pela segurança e saúde de todos, não haverá dificuldade com nossa comunidade escolar. Há a possibilidade de estar sem máscaras nos pátios abertos mas continuando a serem respeitados os protocolos de segurança", comentou o diretor do Núcleo, Gilton Lyra.

Na circular que enviou para os pais, o Colégio Damas, que fica nas Graças, também na capital, a escola comunicou sobre a nova orientação a respeito do uso das máscaras. Mas lembrou que "A Secretaria de Saúde do Estado e a Sociedade Brasileira de Infectologia mantêm a forte recomendação para que a máscara seja utilizada em todos os ambientes do colégio, em virtude de as crianças e adolescentes ainda não terem completado o ciclo vacinal".

O Colégio Elo, com unidades no Recife, Paulista e Jaboatão dos Guararapes, o comunicado chama a atenção para continuação dos cuidados sanitários. "Um passo de cada vez, com prudência e venceremos essa batalha", diz um trecho do texto repassado para as famílias.

"Nosso direcionamento é sempre pautado no que determinam os órgãos competentes. A flexibilização para não usar máscaras nesse momento é apenas nos locais abertos. Dentro das salas os alunos terão que continuar com elas. Mesmo com a queda de contágio e pessoas internadas com covid-19, cautela nunca é demais", observa o diretor do Elo, Jairo Ristanlley. Nesta quarta, apesar da liberação, ele diz que a maioria dos pais optou por usar máscara na frente da escola, quando foi levar ou buscar os filhos.

PROTOCOLO

A Secretaria Estadual de Educação também enviou para os diretores das escolas estaduais de Pernambuco um comunicado sobre a nova conduta em relação ao uso de máscaras.

No texto, a Secretaria Executiva de Gestão da Rede informa que o protocolo sanitário de educação que trata dessa questão passará a vigorar com a seguinte redação (subitem 1.1.1): "Utilização da máscara de forma obrigatória e contínua por todos os ambientes fechados nas dependências do estabelecimento de ensino, devendo ser observadas as orientações específicas quando se tratar de crianças até dois anos de idade."

Comentários

Últimas notícias